Home Quem Somos? História da Música Fale Conosco

 

VIOLEIROS MATUTOS

 

Violeiros Matutos é um grupo de cantores e violeiros, formado em 2002, com a proposta de divulgar a música de viola, instrumento este que veio de Portugal na época da colonização portuguesa, trazida pelos jesuítas e usada na catequização dos índios.
Violeiros Matutos possui quatro CDs gravados. Os dois primeiros, (usados apenas para divulgação) trazem arranjos próprios para os grandes clássicos da música de raiz, como: Velha Porteira (Helio Alves e Ziltinho), Tardes Morenas de Mato Grosso (Valderi e Goiá), Meu Primeiro Amor (José Fortuna), Vaca Estrela e Boi Fubá (Patativa do Assaré), Cai Sereno (Eupidio dos Santos) entre outras.
O terceiro “Violando Fronteiras” vem com a proposta de juntar quatro grupos de quatro Estados Brasileiro em um CD. Minas Gerais (Grupo Viola Urbana), Paraná (Grupo Viola Quebrada), Espírito Santo (Grupo Moxuara), São Paulo (Grupo Violeiros Matutos) e uma participação especial da Banda Pau e Cordas de Recife, PE.
O último álbum intitulado “Terra Brasil”, de 2009, traz composições inéditas, em sua maioria de integrantes do grupo, tais como: BRINCADEIRAS NO SERTÃO (Sérgio Penna) PAGODE DO TIÃO (Fabíola Mirella), TERRA BRASIL (Sérgio Penna) que dá título ao CD, TEMPOS ATRÁS (Sérgio Penna). Destaque ainda para obras inéditas de compositores amigos como: AS 4 ESTAÇÕES (Pinho – Editor da Revista Viola Caipira), CABOU A LUZ (Fábio Sombra - escritor e pesquisador de cultura popular) e NÃO VI MAIS MEU CARRO DE BOI (Mumbuka- violeiro e compositor).
O Grupo é formado por cinco músicos e violeiros profissionais que se conheceram na ULM (Universidade Livre de Música), hoje EMESP - Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim: Sérgio Penna (viola solo e voz), Cláudio Rugene (viola e voz), Fabíola Mirella (viola e voz), Vinícius Almeida (contrabaixo) e Elcio Paulo (percussão). Essa formação ganhou destaque pelos arranjos bem elaborados das três violas, contrabaixo e percussão com levadas diferentes e dos arranjos vocais dos três cantores, com linguagem e estilo inconfundíveis, que executam com simplicidade e maestria.
Recebeu em 2010 o “Prêmio Rozini de Excelência da Viola Caipira” oferecido pelo IBVC (Instituto Brasileiro de Viola Caipira) na categoria Grupo de Viola.
Em 2012, na etapa eliminatória do festival “Viola de Todos os Cantos” da EPTV (filiada à Rede Globo), ocorrida em Araraquara,SP, a música “Minha Siba” de autoria de Sérgio Penna, defendida pelo grupo, classificou-se em primeiro lugar, garantindo a participação na etapa final do evento, em Poços de Caldas, MG, quando conquistou o 3º lugar, na categoria
“música raiz”.
No “Troféu Voto Popular”, na categoria raiz, a canção “Minha Sina” foi a mais votada.
Em 2013, no Memorial da América Latina, São Paulo, na categoria Grupo de Viola o grupo foi contemplado com o Prêmio Rozini.
Também em 2013, no dia 11 de Setembro, Violeiros Matutos foram homenageados no dia da música raiz, evento realizado no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo.

Sérgio Penna: Mineiro de Santa Rita do Jacutinga, violeiro, cantor, compositor, produtor musical e arranjador. É professor de viola caipira e criador do grupo Violeiros Matutos, onde atua como violeiro solo e vocalista. Passou a infância típica de menino do interior mineiro, no cotidiano do sítio onde nasceu e cresceu ouvindo causos e música no radinho de pilha, daqueles que eram seus ídolos e pioneiros da tradição caipira como Tião Carreiro e Pardinho, Liu e Léo, Tonico e Tinoco, entre outros. Em 1993, como tantos que saem de suas cidades para tentar a sorte na cidade grande, Sérgio mudou-se para São Paulo já como músico viajando pelo interior do estado. Cursou viola caipira de 2000 a 2005 na escola CEM - Centro de Estudos Musicais Tom Jobim. De 2000 a 2003 fez parte da Orquestra Paulistana de Viola Caipira atuando como violeiro solista. Desenvolveu seu estilo próprio de tocar e decidiu convidar alguns músicos para fundar o grupo Violeiros Matutos, um grupo típico de resgate e preservação da cultura caipira, com músicas que relatam o dia-a-dia do homem do campo, com estilo próprio e cativante.
Trajetória de Sérgio Penna: Em 1993 saiu de Santa Rita do Jacutinga/MG e veio para Mogi das Cruzes.
De 1995 a 2001 foi contrabaixista de banda. Em 2000 entrou na escola de música CEM (Centro de Estudos Musicais Tom Jobim) vindo a concluir o curso de viola caipira em 2005.
De 2000 a 2003 fez parte da Orquestra Paulistana de Viola Caipira. Em 2002 fundou o grupo Violeiros Matutos com o qual gravou quatro CDs. O ultimo gravado em 2009 somente com músicas de sua autoria. Em 2005 participou do festival Syngenta de Viola Instrumental. No ano de 2006 ganhou o projeto de Lei de Incentivo à Cultura da Prefeitura Municipal de Amparo/SP, CD TERRA BRASIL, projeto este que consiste numa pesquisa sobre música caipira com os integrantes do Coro de Meninos de São Francisco de Assis e gravação de algumas manifestações culturais mineiras e músicas de sua autoria.
Em 2011 gravou seu 1º CD solo e também produziu o CD da Orquestra Feminina Viola de Saia. Em 2012, com o grupo Violeiros Matutos, na etapa eliminatória do festival “Viola de Todos os Cantos” da EPTV (filiada à Rede Globo), ocorrida em Araraquara, SP, a música “Minha Siba” de sua autoria, defendida pelo grupo, classificou-se em primeiro lugar, garantindo a participação na etapa final do evento, em Poços de Caldas, MG, quando conquistou o 3º lugar, na categoria “música raiz”.
No “Troféu Voto Popular”, também na categoria raiz, a canção “Minha Sina” foi a mais votada.
Com o parceiro Fábio Sombra, pela Zit Editora Sérgio Penna tem duas publicações de livros infantis. O primeiro “Duas Festas de Ciranda” e o segundo “Mês de Junho Tem São João”, ambos acompanhados com músicas típicas do estilo criadas pelos próprios autores.
Pela Giramundo Editora, uma de suas composições “Brincadeiras no Sertão” virou um livro ilustrado também para o público infantil. Essas ilustrações acompanham a letra da música onde Sérgio Penna relata suas brincadeiras de infância vivida na roça onde nasceu.
Em 2013 será lançado o filme “O Maior Brasileiro” que conta a história de Frei Galvão, o primeiro Santo Brasileiro. Sérgio Penna participa com arranjos de viola caipira na trilha sonora do filme, além de ter composto com o cantor, compositor e também produtor do filme Malcolm Forest a moda de viola com o título “O Maior Brasileiro”.
Como músico de estúdio fez gravações no disco CINE MAZZAROPI do cantor Zé Paulo Medeiros, no disco ALMA CAIPIRA do cantor Cláudio Lacerda entre outros.
-Em 2005 participou do Prêmio Syngenta de Viola Caipira com a música “Minha Gerais”
-Sérgio Penna lançou em 2011 seu disco solo com músicas instrumentais de sua autoria (com arranjos e produção própria), explorando as variadas afinações existentes na viola caipira.
Em 2011 produziu CD da Orquestra Feminina Viola de Saia.
Em 2012 fez a trilha sonora com viola e rabeca no livro ilustrado com texto em forma de cordel dos autores Fábio Sombra e Maurício de Sousa: “A peleja do Violeiro Chico Bento Com o Rabequeiro Zé Lelé”. O livro vem acompanhado de um CD com a locução de Almir Sater.
-Em 2012, com o grupo Violeiros Matutos, na etapa eliminatória do festival “Viola de Todos os Cantos” da EPTV (filiada à Rede Globo), ocorrida em Araraquara,SP, a música “Minha Sina” de sua autoria, defendida pelo grupo, classificou-se em primeiro lugar, garantindo a participação na etapa final do evento, em Poços de Caldas, MG, quando conquistou o 3º lugar, na categoria “música raiz”.
No “Troféu Voto Popular”, também na categoria raiz, a canção “Minha Sina” foi a mais votada.
-Em 2013 Sérgio Penna foi contemplado com o Prêmio Rozini/Instituto Brasileiro de Viola Caipira na categoria Violeiro Solo. A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu no Memorial da América Latina em São Paulo.
Com o parceiro Fábio Sombra, pela Zit Editora Sérgio Penna tem duas publicações de livros infantis. O primeiro “Duas Festas de Ciranda” e o segundo “Mês de Junho Tem São João”, ambos acompanhados com músicas típicas do estilo criadas pelos próprios autores.
Pela Giramundo Editora, uma de suas composições “Brincadeiras no Sertão” virou um livro ilustrado também para o público infantil. Essas ilustrações acompanham a letra da música onde Sérgio Penna relata suas brincadeiras de infância vivida na roça onde nasceu.
Em 2013 foi lançado o filme “Frei Galvão, o Arquiteto da Luz” que mostra a vida do primeiro santo brasileiro, Antonio de Santana Galvão, mais conhecido como Frei Galvão, o primeiro Santo Brasileiro. Sérgio Penna participa com arranjos de viola caipira na trilha sonora do filme, além de ter composto com Malcolm Forest, o cantor, compositor e também produtor do filme a moda de viola com o título “O Maior Brasileiro”. Está gravando, em dupla com Fabíola Mirella o cd que será intitulado – Estrada de Terra.

Fabíola Mirella: Violeira, Cantora e Compositora, nascida na capital de São Paulo. Sempre foi apaixonada por música, especialmente pela viola caipira.
Aos 14 anos iniciou um curso básico de violão popular. Teve o seu primeiro contato com a viola caipira somente aos 18 anos quando entrou para a Orquestra de Viola Caipira de São José dos Campos que, na época era regida pelo violeiro Braz da Viola.
Estudou durante 3 anos na ULM (Universidade Livre de Música), hoje EMESP - Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim.
Leciona Viola Caipira desde 2003. Integra o Grupo Violeiros Matutos. É formada nos Cursos Técnicos de Música,Canto e Pós-Técnico em Arranjo e Composição pela ETEC - Escola Técnica Estadual de Artes–SP e em Licenciatura Plena pela Universidade Unisant'Anna.
Concluiu o curso de Fisiologia Vocal e Auditiva na OMB-Ordem dos Músicos do Brasil.
Ganhou o Prêmio Rozini de Excelência da Viola Caipira 2010 e 2013 na categoria – Violeira Solo.
Ficou em 3º lugar no Festival EPTV – Viola de Todos os Cantos (filiada da Rede Globo) junto com Violeiros Matutos defendendo a Música – Minha Sina – de Sérgio Penna.
Está gravando, em dupla com Sérgio Penna o cd que será intitulado – Estrada de Terra.
Sua maior preocupação é preservar a cultura da boa música brasileira e manter viva a Viola Caipira, instrumento que é a sua maior paixão.

Cláudio Rugene: Paulistano de origem nordestina traz nas veias o gosto pela música de raiz.
Fã de Luiz Gonzaga, Liu e Léu, Tião Carreiro e Pardinho, Tonico e Tinoco acabou entrando para o mundo da viola, estudando, na escola de música ULM (Universidade Livre de Música), hoje EMESP - Escola de Música do Estado de São Paulo Tom Jobim durante três anos.
Nessa escola, Cláudio Rugene conheceu os demais integrantes do grupo Violeiros Matutos.
Dono de uma voz inconfundível, hoje atua no grupo Violeiros Matutos como cantor e violeiro.

Vinicius Almeida: Músico, técnico de áudio e professor de contrabaixo, violão, guitarra e bateria desde 1989.
Em 1982, com onze anos de idade, começou na música tocando contrabaixo elétrico, com aulas particulares e vários professores, até 1989 quando se matriculou na Studio Escola de Música, onde foi aluno do contrabaixista Francisco Lacerda (Grupo AMA, CLAM) por dois anos, passando, no terceiro ano, a frequentar o curso de harmonia com o guitarrista e violonista Celso Marques Filho (Grupo AMA, Escola Municipal de Música).
Teve aulas particulares com o guitarrista de jazz Carlos Pachiega, chegando a gravar o primeiro disco de seu trio de jazz Charlie M Trio e com o experiente
baterista paulistano Emílio Veronese e de viola caipira com Sérgio Penna.
Participou também do curso de contrabaixo acústico da Universidade Livre de Música Tom Jobim com o Professor Rui Arcádio.
Como professor de contrabaixo elétrico, guitarra, violão, viola e bateria leciona atualmente na CMF Núcleo Musical, no Rancho dos Matutos, no Colégio Consolata, além de aulas particulares.
As atuações como contrabaixista começaram em 1986 com grupos de rock, blues e bandas de baile, passando a tocar na noite (Café Piu Piu, Blue Note Jazz Bar, Tamatete, Opus 2004, Show Days Saloom, Satel Bar, Via Funchal, Olímpya, Direct TV, antigo Pallace entre outros) e como "free lancer" em 1989.
Está com os Violeiros Matutos quase desde sua fundação. É graduado em licenciatura em música pela Universidade Unisantanna.

Elcio Paulo: Toca bateria e percussão há mais de 20 anos, procurando sempre o ecletismo.
Membro de várias bandas de rock, MPB e música raiz, além de dar aulas, procura sempre ouvir e aprender com todos os estilos.
É membro da Orquestra Sanfônica há quase 10 anos, com mais de 200 shows e participação no Concurso em Castelfidardo, Itála, e integrante do Grupo Violeiros Matutos desde 2008.


CONTATOS PARA SHOWS:

Fones: (11) 2950-0792/ (11) 99823-1110/ (11) 99193-9866

Site Oficial: www.violeirosmatutos.com.br

Rancho dos Violeiros Matutos
Rua Doutor Zuquim, 80 - Santana
São Paulo/SP
Emails: violeirosmatutos@gmail.com
violeiropenna@yahoo.com.br

 

DISCOGRAFIA

 

CDs

 

VIOLEIROS MATUTOS - VOLUME 01
 

VIOLEIROS MATUTOS - VOLUME 02
 

VIOLANDO FRONTEIRAS - 2007
 

TERRA BRASIL - 2009
01) Brincadeiras no Sertão - Sérgio Penna
02) Cadeira de Balanço - Fabíola Mirella
03) Violeiro Matuto - Sérgio Penna
04) Não Vi Mais Meu Carro de Boi - Mumbuka
05) Tempos Atrás - Sérgio Penna
06) Mensageiro Cantador - Sérgio Penna, Cláudio Rugene e Fabíola Mirella
07) As Quatro Estações - Pinho da Viola
08) Tempo Bom - Mumbuka
09) O Rio Tá Cheio - Sérgio Penna
10) Lua de Queijo - Fábio Sombra
11) Terra Brasil - Sérgio Penna
12) Cabou a Luz - Fábio Sombra
13) Pra te Amar de Vez - Sérgio Penna
14) Pagode do Tião - Fabíola Mirella
15) Minha Sina - Sérgio Penna

SÉRGIO PENNAS - MINAS GERAIS
01) Sapecando - Sérgio Penna
02) Brisa da Manhã - Sérgio Penna
03) Olhos Cor de Mel - Sérgio Penna
04) Toque Trotão - Sérgio Penna
05) Minha Gerais - Sérgio Penna
06) Morena da Praça - Sérgio Penna
07) Pica Pau na Viola - Sérgio Penna
08) Rio Abaixo eu Vou - Sérgio Penna
09) Batuque Bão - Sérgio Penna
10) Tô Voltando Rio Acima - Sérgio Penna
11) Minha Sina - Sérgio Penna
12) Esquenta Comadre - Fábio Sombra
13) Tempos Atrás - Sérgio Penna

 

MÚSICAS

 

 

VÍDEOS

 

Violeiros Matutos interpretando "Casa de Chão" no Programa Viola Minha Viola

Violeiros Matutos interpretando "Chico Mulato" no Programa Viola Minha Viola

Violeiros Matutos interpretando "Terra Brasil" no Programa Viola Minha Viola

 

FOTOS

 

Visual LightBox Gallery generated by VisualLightBox.com
Violeiros Matutos - 001 Violeiros Matutos - 002 Violeiros Matutos - 003 Violeiros Matutos - 004 Violeiros Matutos - 005 Violeiros Matutos - 006 Violeiros Matutos - 007 Violeiros Matutos - 008 Violeiros Matutos - 009 Violeiros Matutos - 010 Violeiros Matutos - 011 Violeiros Matutos - 012 Sérgio Penna - 001 Sérgio Penna - 002 Fabíola Mirela - 001 Fabíola Mirela - 002 Cláudio Rugene Elcio Paulo Vinícius Almeida Sérgio Penna e Fabíola Mirella Violeiros Matutos com Inezita Barroso Violeiros Matutos com Pena Branca Violeiros Matutos com Pitangueira - 001 Violeiros Matutos com Pitangueira - 002 Violeiros Matutos com Rolando Boldrim Violeiros Matutos em Vitória-ES Violeiros Matutos no Festival da EPTV Violeiros Matutos no SESC Ipiranga-SP visual lightbox for MACby VisualLightBox.com v6.1