Home Quem Somos? História da Música Fale Conosco

 

IRMÃS CASTRO

"AS RAINHAS DO DUETO"

 

Maria de Jesus Castro nasceu em Itapeva, no interior do estado de São Paulo, em 1926 e Lourdes Amaral Castro nasceu em Bauru, também no estado de São Paulo em 1928.
Começaram em 1938 na Rádio Clube de Bauru, onde venceram o concurso de calouros “Descobrindo Astros do Futuro”, cantando “O Que é que a Baiana Tem” (Dorival Caymmi).
Elas participaram do concurso escondidas dos pais. Após o concurso, continuaram cantando em inglês numa outra emissora de rádio local.
Em 1940, Maria de Jesus e Lourdes, com 14 e 12 anos de idade, respectivamente, mudaram-se para a capital paulista, onde tiveram que enfrentar os famosos preconceitos por serem do sexo feminino e, além disso, menores de idade.
Mas foi em São Paulo que Nhô Pai (compositor de sucessos como "Beijinho Doce") viu as irmãs cantando e gostou do dueto perfeito de suas vozes. Pediu então autorização aos pais delas para poder ensinar a elas o gênero sertanejo. E as Irmãs Castro apresentavam-se em programas diversos, sempre acompanhadas pelo Nhô Pai; e também pela mãe delas.
E foram convidadas então para cantarem no Rio de Janeiro. Devido à idade, falsificaram as certidões de nascimento para poderem cantar nos cassinos. Na cidade maravilhosa também cantaram em emissoras de Rádio como a Tupi, a Globo e a Mayrink Veiga.
E, de volta à São Paulo, passaram pelas Rádios Cultura, Tupi e Bandeirantes e foram contratadas com exclusividade pela Rádio Record.
O primeiro disco das Irmãs Castro foi gravado pela Continental em 1944 quando elas tinham 18 e 16 anos de idade. Nesse 78 rpm, gravaram o corrido "Não Me Escrevas" e o rasqueado "Che Camba (Vem Cá)".
No ano seguinte, gravaram um novo disco 78 rpm contendo o valseado "Faz um Ano" e o corrido "Beijinho Doce", clássico da música caipira que foi o maior sucesso das Irmãs Castro e que as transformou rapidamente em estrelas.
A música caipira não era o estilo preferido das Irmãs Castro. Elas preferiam outros estilos de música brasileira. O convite para a carreira sertaneja, no entanto, partiu de Nhô Pai que viu nelas o potencial e elas acabaram aceitando.
E, com o crescente sucesso que vinham obtendo, passaram a receber vários convites e a se apresentar em circos e rádios por todo o Brasil e também em outros países da América Latina, tais como Paraguai, Uruguai e Argentina.
No Paraguai, elas foram para se apresentar por uma semana no Teatro Vitória (o maior de Assuncion), mas acabaram permanecendo um mês por lá. A apresentação das Irmãs Castro foi transferida então para o Teatro Municipal de Assuncion, já que o conjunto vocal americano “The Platers” tinha uma apresentação programada no Teatro Vitória. E as Irmãs Castro acabaram roubando a platéia do "The Platters", pois o conjunto americano, além de ter tido que aguardar a transferência das Irmãs Castro para o outro teatro, ainda teve no show lotação abaixo da esperada, enquanto as Irmãs Castro se apresentavam com mais platéia no Teatro Municipal.
E, na volta ao Brasil, voaram num avião cedido pelo Governo Paraguaio. No Paraguai fizeram sucesso principalmente com "Che Yara Porã Tupy" e "Che China Mi".
A dupla se desfez em 1985. Porém as Irmãs Castro compõem um capítulo muito importante na história da música caipira raiz, pois, além delas terem sido a primeira dupla feminina a gravar música caipira, também foram as pioneiras no ritmo “corrido” (o mesmo ritmo de "Beijinho Doce"). Lourdes faleceu aos 83 anos de idade, em 30 de agosto de 2011), vítima de um infarte agudo do miocárdio.

 

Texto: Sandra Cristina Peripato

 

DISCOGRAFIA

 

78 ROTAÇÕES

 

 

08/1944 - CONTINENTAL - Nº 15190
A - Não me Escrevas (Gabriel Ruiz - Adaptação: Nhô Pai)
B - Che Cambá (Vem Cá) - (Nhô Pai)

 

08/1945 - CONTINENTAL - Nº 15393
A - Faz um Ano (F. Valdez Leal - Versão: Nhô Pai)
B - Beijinho Doce (Nhô Pai)

 

03/1946 - CONTINENTAL - Nº 15592
A - Sou Roceira (Capitão Furtado e Cuates Castilha)
B - Cidade Morena (Nhô Pai e Rielinho)

 

05/1946 - CONTINENTAL - Nº 15632
A - Moreninho Porã-Mi (Nhô Pai e Rielinho)
B - Minha Pequena (Capitão Furtado e Antonio Cardoso)

 

10/1947 - CONTINENTAL - Nº 15809
A - Noites do Paraguai (S. Aguayo - Versão: Ariowaldo Pires)
B - Ciriema (Nhô Pai e Mário Zan)

 

10/1947 - CONTINENTAL - Nº 15827
A - Sou Fronteiriça (Capitão Furtado e Cuates Castilha)
B - Orgulhoso (Mário Zan e Nhô Pai)

 

04/1949 - CONTINENTAL - Nº 16020
A - Apenas uma Cartinha (Geraldo Costa e Arlindo Pinto)
B - Cidades de Mato Grosso (Mário Zan e Arlindo Pinto)

 

04/1949 - CONTINENTAL - Nº 16021
A - Meu Cavalinho (Nhô Pai e Mário Sena)
B - Culpada (Nhô Pai e Mário Zan)

 

06/1949 - CONTINENTAL - Nº 16058
A - Cambu-Cuá (Nhô Pai e Nhô Fio)
B - Meu Neguinho (Mário Zan e Irmãs Castro)

 

08/1950 - CONTINENTAL - Nº 16237
A - Aventureira (Rielinho e Irmãs Castro)
B - Moreninho Lindo (José Pierpauli e Maurício Cardoso)

 

08/1950 - CONTINENTAL - Nº 16238
A - A Morte de Lurdinha (Francisco Ribeiro e Rielinho)
B - Pinheiro que dá uma Pinha (Lourdes Castro e Maria Castro)

 

05/1951 - CONTINENTAL - Nº 16390
A - Figa no Peito (Irmãs Castro e Antonio Bruno)
B - Duas Bandeiras (Braz Serrador)

 

09/1951 - CONTINENTAL - Nº 16442
A - O Beijo era Meu (Antonio Bruno e Irmãs Castro)
B - Rio Acima (Antonio Bruno e Irmãs Castro)

 

04/1952 - CONTINENTAL - Nº 16524
A - Bem-te-vi (Irmãs Castro e Luiz Lauro)
B - Sentimental (Antonio Bruno e Irmãs Castro)

 

06/1952 - CONTINENTAL - Nº 16578
A - Paranaense (Rielinho e Lourdes Castro)
B - Roceira (Capitão Furtado)

 

07/1952 - CONTINENTAL - Nº 16591
A - Meu Amor (Rielinho e Maria Castro)
B - Che Yara Porã Tupy (Capitão Furtado e Rielinho)

 

08/1953 - CONTINENTAL - Nº 16792
A - Peixinho Arisco (Nhô Pai e Mário Zan)
B - Nossa União (Luiz Lauro e Arlindo Pinto)

 

10/1953 - CONTINENTAL - Nº 16839
A - Três Estados (Percorrendo Meu Brasil) - (Lourdes Castro e Maria Castro)
B - Vingada (Antonio Alves dos Santos)

 

11/1953 - CONTINENTAL - Nº 16861
A - Pirraça (Nhô Pai e Rielinho)
B - Primeiro Amor (Zézinho Brasil e Lourdes Castro)

 

07/1954 - CONTINENTAL - Nº 16966
A - Chalana (Mário Zan e Arlindo Pinto)
B - Olhos Feiticeiros (Antonio Bruno)

 

10/1954 - CONTINENTAL - Nº 17028
A - Flor Silvestre (Cuates Castilha e Ariowaldo Pires)
B - Eu Queria Saber (Sebastião Godoy)

 

03/1955 - CONTINENTAL - Nº 17078
A - Mágua Sertaneja (Tonico e Maria Castro)
B - Tapera (Antonio Bruno)

 

09/1955 - CONTINENTAL - Nº 17133
A - Recordações de Ipacaraí (D. Ortiz e Z.Mirkin - Versão: Juracy Rago)
B - Mariposa Porã Mi (Emiliano Fernandez e Felix P. Cardoso)

 

05/1956 - CONTINENTAL - Nº 17266
A - Alma Guarany (Damasio Esquivel e Armando Souza)
B - Violão Amigo (Arlindo Pinto e Priminho)

 

12/1956 - CONTINENTAL - Nº 17364
A - Luar de Aquidauana (Anacleto Rosas Jr e Zacarias Mourão)
B - Canta Carro, Canta (Nhô Pai e L. F. Simões)

 

04/1957 - CONTINENTAL - Nº 17417
A - Sou uma Estranha (Gonzalo Curiel e Galvez Moralez )
B - Três Dias (Tomaz Mendes - Versão: Juracy Rago)

 

10/1957 - CONTINENTAL - Nº 17485
A - O Sertanejo (Pepe D'Avila e Afonso Botti)
B - Cantineiro (Pepe D'Avila e Afonso Botti)

 

S/D - CONTINENTAL - Nº 17960
A - Vilão (Linda Rodrigues e Aldacir Louro)
B - Ausência (Arlindo Pinto e Mário Zan)

 

S/D - CONTINENTAL - Nº 78043
A - Rainha de Mato Grosso (Silva Neto, Clio Proença e Zezinho Brasil)
B - Volta pra Mim (Joly Sanches e Zezinho Brasil)

 

10/1959 - CABOCLO - CS-314
A - Lucerito Alba (Estrela D'alva) - (Eladio Martinez)
B - Correio de Iguape (Antonio Bruno e Ernesto Itanhaén)

 

03/1960 - CABOCLO - CS-336
A - Encruzilhada (Angelino de Oliveira)
B - Lembrando Alguém (Irmãs Castro e Zézinho Brasil)

 

06/1963 - SERTANEJO - CH-10354
A - Teu Abandono (Zézinho Brasil)
B - Volte Querido (Benjamim Ribeiro)

 

S/D - CABOCLO - CS-376
A - Terra Paraguaia (Joly Sanches e Zezinho Brasil)
B - Quando Voltarei (Roberto Tangel)

 

S/D - CABOCLO - CS-404
A - Índia Soberana (Zacarias Mourão e Nhô Goiá)
B - Eu Não Posso (Panchito)

 

S/D - MUSI COLOR - Nº 50.001
A - Amor de Fronteira (Joly Sanches e Zezinho Brasil)
B - Recordação (Inami Custodio Pinto)

 

COMPACTOS

 

IRMÃS CASTRO - CONTINENTAL
01) Chalana - Mário Zan e Arlindo Pinto
02) Aventureira - Irmãs Castro e Osvaldo Rielli
03) Orgulhoso - Mário Zan e Nhô Pai
04) Ciriema - Nhô Pai e Mário Zan

 

COMPACTO Nº 2 - CONTINENTAL - Nº 45.123
01) Terra Paraguaia - Joly Sanche e Zezinho Brasil
02) Quando Voltarei - Roberto Tangel
03) Índia Soberana - Zacarias Mourão e Goiá
04) Saber Perdoar -

 

COMPACTO - 1976
01) Beijinho Doce - Nhô Pai
02) Noites do Paraguai - S. Aguayo - Versão: Ariowaldo Pires
03) Ciriema - Nhô Pai e Mário Zan
04) Chalana - Mário Zan e Arlindo Pinto

LPs e CDs

 

BEIJINHO DOCE - 1959 - CONTINENTAL - LPP-3066
01) Beijinho Doce - Nhô Pai
02) Cantineiro (El Borracho) - Pepe Ávila - Versão: Affonso Botti
03) Três Dias - Tomás Mendez - Versão: Juraci Rago
04) Faz Um Ano - F. Valdez Leal - Versão: Nhô Pai
05) Orgulhoso - Mário Zan e Nhô Pai
06) Seriema - Mário Zan e Nhô Pai
07) Chalana - Mário Zan e Arlindo Pinto
08) Cidade de Mato Grosso - Mário Zan e Arlindo Pinto
09) O Sertanejo - Pepe Ávila e Affonso Botti
10) Aventureira - Irmãs Castro e Osvaldo Rielli
11) Moreninho Lindo - J. Pierpauli e Maurício Cardozo Ocampo - Versão: Rielinho
12) Noites do Paraguai - Samuel Aguayo e Pedro Carlé - Versão: Capitão Furtado

 

IRMÃS CASTRO - 1960
  01) All Of Me - Seymour Simons e Gerald Marks
02) Ausência - Arlindo Pinto e Mário Zan
03) Botecito de Vela - Júlio Jaramillo
04) Canto ao Paraguai - H. Altinier, E Cardozo e De Los Rios - Versão: Modesto Balbuena
05) Lembrando Alguém - Irmãs Castro
06) Quando Voltarei - Roberto Tangel
07) Recordação - Inamí Custódio Pinto
08) Sacrilégio - Moacyr Braga e Leonel
09) Saudosa Moenda - Panchito e Melinho
10) Terra Paraguaia - Joly Sanche e Zezinho Brasil
11) Vilão - Linda Rodrigues e Aldacir Louro
12) Volta Para Mim - Joly Sanchez e Zezinho Brasil

 

AMOR DE FRONTEIRA - 1961 - CONTINENTAL - LPP-3176
01) Amor de Fronteira - Joly Sanches e Zezinho Brasil
02) Sacrilégio - Moacir Braga e Leonel do Trombone
03) Recordação - Inami Custódio Pinto
04) Vilão - Linda Rodrigues e Aldacir Louro
05) Volta Pra Mim - Joly Sanches e Zezinho Brasil
06) Lembrando Alguém - Zezinho Brasil, Lourdes Castro e Maria Castro
07) Botecito de Vela - Raul Rene Rosado
08) Rainha de Mato Grosso - Silva Neto, Clio Proença e Zezinho Brasil
09) Saudosa Moenda - Panchito e Melinho
10) Ausência - Mário Zan e Arlindo Pinto
11) Canto ao Paraguai - Aparicio de Los Rios, Eulogio Cardoso e Heriberto José Altinier - Versão: Modesto Balbuena
12) All Of Me - Seymour Simons e Gerald Marks

 

NOITES DO PARAGUAI - 1969 - DISCOLAR - LPDS-32.056
01) Beijinho Doce - Nhô Pai
02) Cantineiro (El Borracho) - Pepe Ávila - Versão: Affonso Botti
03) Três Dias - Tomás Mendez - Versão: Juraci Rago
04) Faz Um Ano - F. Valdez Leal - Versão: Nhô Pai
05) Orgulhoso - Mário Zan e Nhô Pai
06) Seriema - Mário Zan e Nhô Pai
07) Chalana - Mário Zan e Arlindo Pinto
08) Cidade de Mato Grosso - Mário Zan e Arlindo Pinto
09) O Sertanejo - Pepe Ávila e Affonso Botti
10) Aventureira - Irmãs Castro e Osvaldo Rielli
11) Moreninho Lindo - J. Pierpauli e Maurício Cardozo Ocampo - Versão: Rielinho
12) Noites do Paraguai - Samuel Aguayo e Pedro Carlé - Versão: Capitão Furtado

 

BEIJINHO DOCE - EDIÇÃO LIMITADA
01) Beijinho Doce - Nhô Pai
02) Cantineiro (El Borracho) - Pepe Ávila - Versão: Affonso Botti
03) Três Dias - Tomás Mendez - Versão: Juraci Rago
04) Faz Um Ano - F. Valdez Leal - Versão: Nhô Pai
05) Orgulhoso - Mário Zan e Nhô Pai
06) Seriema - Mário Zan e Nhô Pai
07) Chalana - Mário Zan e Arlindo Pinto
08) Cidade de Mato Grosso - Mário Zan e Arlindo Pinto
09) O Sertanejo - Pepe Ávila e Affonso Botti
10) Aventureira - Irmãs Castro e Osvaldo Rielli
11) Moreninho Lindo - J. Pierpauli e Maurício Cardozo Ocampo - Versão: Rielinho
12) Noites do Paraguai - Samuel Aguayo e Pedro Carlé - Versão: Capitão Furtado

 

AS NOVAS CASTRO - AS MILIONÁRIAS DA VOZ - 1979 - CALIFÓRNIA - CL-4341
01) Fronteiriça - Cuates Castilla - Versão: Capitão Furtado
02) Noites do Paraguai -
Samuel Aguayo e Pedro Carlé - Versão: Capitão Furtado
03) Faz um Ano -
F. Valdez Leal - Adaptação: Nhô Pai
04) Eu Fico te Xingando -
Alberto Conde e José Homero
05) Seresta -
Murilo Alvarenga
06) Resposta da Curitibana -
Pirigoso e Zelão
07) Roceira -
Cuates Castilla - Versão: Capitão Furtado
08) Índia -
José Asunción Flores e Manuel Ortiz Guerrero - Versão: José Fortuna
09) Pirraça -
Rielinho e Nhô Pai
10 O que Vou Fazer -
Nilsen Ribeiro e Mário Zan
11) Chalana -
Mário Zan e Arlindo Pinto
12) Espinita -
Nico Jimenez - Versão: Serafim Costa Almeida

 

BEIJINHO DOCE - 1982 - RANCHO/POLYGRAN - LP=2493.460
01) Beijinho Doce - Nhô Pai
02) Apaixonado - José Rico e José Raimundo
03) Rumo a Ponta Porã - Nhô Fio e Osvaldo Rielli
04) Aventureira - Irmãs Castro e Osvaldo Rielli
05) Cidade Morena - Nhô Pai e Osvaldo Rielli
06) Chalana - Mário Zan e Arlindo Pinto
07) Ciriema - Mário Zan e Nhô Pai
08) Fuscão Preto - Atílio Versuti e Jeca Mineiro
09) Serenata a Mi Madre - Ramon Cáceres, Pedro Câmara e Hermínio Gimenez
10) Sessenta Dias Apaixonado - Darci Rossi e Constantino Mendes
11) Chico Mineiro - Tonico e Francisco Ribeiro
12) Sou Roceira - Catulo de Castilla - Versão: Capitão Furtado

 

ONTEM, HOJE E AMANHÃ
01) Amor de Fronteira - Joly Sanches e Zezinho Brasil
02) Beijinho Doce - Nhô Pai
03) Chalana - Mário Zan e Arlindo Pinto
04) Cidades de Mato Grosso - Mário Zan e Arlindo Pinto
05) Terra Guarani -
06) Ciriema - Mário Zan e Nhô Pai
07) Decisão Cruel -
08) Uma Palavra -
09) Meu Retrato no Lugar -
10) Pelejo Pra Te Deixar -
11) Orgulhoso -
Mário Zan e Nhô Pai
12) Seu Carreiro -

 

MÚSICAS

 

 

VÍDEOS

 

Moraes Sarmento entrevista o compositor Nhô Pai

e Maria Castro (Irmãs Castro) canta a música "Orgulhoso" em 1980 no Programa Viola Minha Viola

Moraes Sarmento entrevista o compositor Nhô Pai

e Maria Castro (Irmãs Castro) canta a música "Ciriema" em 1980 no Programa Viola Minha Viola

Moraes Sarmento entrevista o compositor Nhô Pai

e Maria Castro (Irmãs Castro) canta a música "Beijinho Doce" em 1980 no Programa Viola Minha Viola

 

FOTOS

 

Visual LightBox Gallery generated by VisualLightBox.com
Irmăs Castro - 001 Irmăs Castro - 002 Irmăs Castro - 003 Irmăs Castro - 004 Irmăs Castro - 005 Irmăs Castro - 006 Irmăs Castro - 007 Irmăs Castro - 008 Irmăs Castro - 009 Irmăs Castro - 010 Irmăs Castro - 011 Irmăs Castro - Modinhas Sertanejas - Vol. 04 Irmăs Castro - Modinhas Sertanejas - Vol. 05 Irmăs Castro - Reportagem Revista Moda e Viola Irmăs Castro - Revista Sertaneja - Vol. 06 - 1958 visual lightbox for MACby VisualLightBox.com v6.1