Home Quem Somos? História da Música Fale Conosco

 

ALVARENGA E RANCHINHO

"OS MILIONÁRIOS DO RISO"

 

Murilo Alvarenga nasceu em Itaúna, no estado de Minas Gerais, no dia 22 de maio de 1912 e faleceu em 18 de janeiro de 1978. Diésis dos Anjos Gaia, o Ranchinho, nasceu em Jacareí, no estado de São Paulo, no dia 23 de maio de 1913 e faleceu no dia 05 de julho de 1991.
Alvarenga foi apenas um e que, no entanto, por força das circunstâncias, acabou fazendo dupla com três parceiros por nome "Ranchinho".
O primeiro Ranchinho, portanto, foi Diésis dos Anjos Gaia, que cantou com Alvarenga de 1933 a 1938, retornando no ano seguinte e que, após outros sumiços, abandonou a dupla em 1965.
O segundo Ranchinho foi Delamare Abreu (nascido em São Paulo/SP no dia 28 de outubro de 1920), irmão de Murilo Alvarenga por parte de mãe, e que fez dupla com ele por dois meses na década de 50. Delamare mais tarde deixou o palco e passou a ser pastor protestante.
E o terceiro Ranchinho, que foi quem ficou mais tempo ao lado de Murilo, foi Homero de Souza Campos (1930-1997), conhecido também como "Ranchinho da Viola" e como "Ranchinho II" (apesar de ter sido o terceiro). Homero cantou com Murilo Alvarenga de 1965 até o seu falecimento em 1978.
O "Ranchinho da Viola" foi o mesmo Homero que também integrou o "Trio Mineiro", juntamente com Bolinha e Cosmorama e que chegou a gravar 12 discos de 78 rpm. E, com Alvarenga, Homero gravou 15 discos, entre 78 rpm e LPs.
Murilo e Diesis conheceram-se no início da década de 30 na cidade de Santos/SP. Murilo, após o falecimento de sua mãe, morava no Brás, em São Paulo/SP com seus tios; ele era trapezista e também cantava tangos. Diésis cantava músicas românticas na Rádio Clube de Santos, que havia sido inaugurada pouco tempo antes (em 1927). "Rancho Fundo" (Ary Barroso e Lamartine Babo) era uma das músicas preferidas e mais freqüentemente interpretadas por Diésis que, em função disso, começou a ser anunciado como "Rancho".
O primeiro encontro se deu numa serenata. E, como era baixinho, Diésis aproveitou o apelido e o modificou para Ranchinho, quando da formação da dupla com Murilo que, por sua vez, aproveitou o próprio sobrenome: "Alvarenga e Ranchinho" passaram então a cantar a duas vozes em circos interpretando de início um "repertório sério" formado por valsas, modinhas, tangos e chorinhos.
O mais engraçado é que a platéia ria quando Alvarenga e Ranchinho cantavam... E, tirando partido da situação, eles passaram a incluir piadas entre uma música e outra, da mesma forma como também faziam Jararaca e Ratinho no Rio de Janeiro/RJ.
A dupla iniciou-se efetivamente em 1933, trabalhando no Circo Pinheiro em Santos. Algum tempo depois, seguiram para a capital paulista, onde eles passaram a se apresentar também em outros circos.
Devido às paródias que compunham satirizando diversos políticos, sofreram perseguições. Após animados shows contando estórias, fazendo esquetes humorísticos e cantando suas composições, muitas vezes acabavam "passando a noite no xadrez".
No mesmo ano, apresentaram-se na Companhia Bataclã na capital paulista. Também fizeram parte do elenco da companhia Trololó, juntamente com o renomado comediante Sebastião Arruda, no Teatro Recreio, na Praça da Sé, na capital paulista. É importante destacar também que Sebastião Arruda havia criado no teatro o "personagem clássico caipira" que já passava a ter também a voz ouvida no disco, já que o Ator Arruda também havia se juntado à Turma de Cornélio Pires quando das primeiras gravações de Modas de Viola e "Causos" interpretados pelo Tibúrcio e sua Turma Caipira no final da década de 20 e início da década de 30.
Em 1934, a convite do Maestro Breno Rossi, passaram a trabalhar na Rádio São Paulo, recém-inaugurada. E, quando a Companhia "Casa de Caboclo" do Rio de Janeiro se apresentou em São Paulo, Breno Rossi, que havia sido o pianista convidado para o evento, incentivou a ida de Alvarenga e Ranchinho para um período bem sucedido no Rio de Janeiro, em 1936, com apresentações inclusive no Cassino da Urca.
Lembrar que a "Casa de Caboclo" foi fundada no final de 1931 por Jararaca e Ratinho, juntamente com Duque, Pixinguinha e Dercy Gonçalves.
Em 1935, Alvarenga e Ranchinho formaram com Silvino Neto o trio "Os Mosqueteiros da Garoa", que teve curta duração. No mesmo ano, venceram o concurso de músicas carnavalescas de São Paulo com a marcha "Sai, Feia", de Alvarenga, que foi inclusive gravada por Raul Torres.
Ainda no mesmo ano, trabalharam também no filme "Fazendo Fita" de Vittorio Capellaro, a convite do Capitão Furtado. Ariowaldo Pires, o Capitão Furtado, que era Compositor, Locutor de Rádio, Produtor Caipira e sobrinho de Cornélio Pires, viu Murilo e Diésis passeando com seus instrumentos musicais e, abordando-os, perguntou se eles eram Violeiros, se cantavam no estilo de "Mariano e Caçula" e se queriam participar de um filme?
Espertos como eles só, responderam "sim" a todas as perguntas, para não deixar passar a oportunidade e, no elenco de "Fazendo Fita", Alvarenga e Ranchinho substituíram Mariano e Caçula que era a dupla inicialmente convidada, mas que havia desistido da participação em virtude do atraso das filmagens.
E, em 1936, rumaram para o Rio de Janeiro, onde se apresentaram na Casa de Caboclo, incentivados pelo maestro e pianista Breno Rossi. Começaram a se apresentar na Rádio Tupi no programa "Hora do Guri". E, naquele mesmo ano, gravaram o primeiro disco pela Odeon com as músicas "Itália e Abissínia" e o cateretê "Liga das Nações".
E o sucesso ia crescendo. Apenas três anos de dupla formada e Alvarenga e Ranchinho eram cômicos, atores de cinema e... dupla caipira, "sem nem mesmo terem nascido na roça". E Assis Chateaubriand, ouvindo a dupla, contratou Alverenga, Ranchinho e o Capitão Furtado para estrear nos Diários e Emissoras Associados (Grupo do qual fazia parte a Rádio Tupi e, a partir de 1950, também a TV Tupi) a "Trinca do Bom Humor".
Em novembro de 1936, seguiram para Buenos Aires, onde se apresentaram no Teatro Smart. O sucesso "Nóis em Buenos Ayres" retrata com muito bom humor como foi a viagem, os enjôos no navio, os passeios de metrô, etc.
Em 1937, no auge do sucesso, passaram a fazer parte do elenco do famoso Cassino da Urca, onde trabalharam até seu fechamento, em 1946, por Eurico Gaspar Dutra.
No Casino da Urca, Alvarenga e Ranchinho começaram a fazer suas sátiras políticas, as quais se tornaram um de seus pontos fortes. O público se divertia e o Governo... sentia-se incomodado na maioria das vezes, com as críticas musicais que eram cada vez mais o forte de suas apresentações.
O visual da dupla consistia nos trajes caipiras: camisa xadez, chapéu de palha de aba curta, e botas de cano curto.
Em 1938, lançaram a marcha "Seu Condutor" (em parceria com Herivelto Martins), que foi o maior sucesso carnavalesco da dupla.
E, nesse mesmo ano de 1938, Ranchinho afastou-se pela primeira vez da dupla. E Alvarenga, passou a cantar em dupla com Bentinho e também com o grupo que intitulou "Alvarenga e Sua Gente".
Apesar do pouco tempo de duração, a dupla "Alvarenga e Bentinho" chegou a gravar alguns Discos 78 rpm pela Odeon e, tal foi a amizade surgida entre os dois parceiros que, a convite de Alvarenga, Bentinho foi padrinho de batismo do seu filho, o Delmare Alvarenga, que é atualmente um dos mais conceituados maestros e é regente da Orquestra Sinfônica da Ópera de Colônia (Köln) na Alemanha.
Em 1939, Ranchinho voltou a formar dupla com Alvarenga. E Bentinho formou juntamente com Xerém a dupla Xerém e Bentinho.
Essa separação temporária de Ranchinho da dupla com Alvarenga voltou a ocorrer diversas vezes nos 27 anos seguintes e, nessas ocasiões, ele sempre foi substituído por outros parceiros, como Bentinho e Delamare de Abreu, esse último, como o segundo Ranchinho, sendo que a dupla mantinha o mesmo nome.
Em 1939, Ranchinho voltou a integrar a dupla com Murilo Alvarenga e novas gravações foram feitas pela Odeon, algumas inclusive juntamente com o Capitão Furtado.
E, em conseqüência de suas sátiras políticas, Alvarenga e Ranchinho vinham tendo cada vez mais problemas com a Censura Oficial; mas em 19/04/1939, dia do aniversário de Getúlio Vargas, a questão foi finalmente resolvida: Alzira Vargas, filha do então Presidente da República, convidou a dupla para tocar todo o seu repertório de sátiras no Palácio do Catete para seu pai. O "Baixinho" (como era chamado pela dupla), após ouvir todas as músicas, inclusive algumas que se referiam a ele, acabou gostando e deu ordens para que as composições de Alvarenga e Ranchinho fossem liberadas em todo o Território Nacional. E, para Ranchinho, de um certo modo, parecia que sem censura, havia perdido a graça falar do Getúlio...
Também em 1939, Alvarenga e Ranchinho fizeram uma turnê pelo Rio Grande Sul. E, ainda nesse mesmo ano, passaram a se apresentar na Rádio Mayrink Veiga, onde receberam o título de "Os Milionários do Riso", graças aos cada vez mais bem sucedidos esquetes cômicos.
Em 1940, gravaram pela Odeon um de seus maiores sucessos, "Romance de uma Caveira".
Em 1949, gravaram "Drama da Angélica" intitulada de "canto tétrico", uma composição onde todos os versos terminam com palavras proparoxítonas.
Em 1950, foram a Portugal e se apresentaram no Cassino Estoril, próximo a Lisboa. Em 1955, participaram do filme "Carnaval em Lá Maior", de Ademar Gonzaga.
Fizeram também campanhas políticas para Juscelino Kubitscheck de Oliveira e Ademar de Barros. JK, por sinal, amante da boa música brasileira também apreciava o trabalho de Alvarenga e Ranchinho e foi dos pouquíssimos políticos "poupados das sátiras" feitas pela dupla. Fizeram célebres paródias de músicas conhecidas tais como "Nervos de Aço" (Lupicínio Rodrigues), "Adios Muchacho" (Júlio Sanders e César Vendani), e "Disparada" (Geraldo Vandré e Téo de Barros).
Em 1965, Diésis dos Anjos abandonou mais uma vez a dupla e acabou por ser substituído por Homero de Souza Campos (1930-1997), que passou a ser o novo Ranchinho.
A partir dos anos 70 Alvarenga e Ranchinho deixaram o Rádio e passaram a se apresentar esporadicamente em alguns programas de TV e a quase totalidade da atividade artística passou a ser as turnês pelo interior, até o falecimento de Murilo Alvarenga em 1978.
O último disco da dupla foi "Os Milionários do Riso" gravado em 1973 pela RCA.
Os três "Ranchinho" estiveram presentes no velório de Murilo Alvarenga em Janeiro de 1978 e, inconsolável, Diésis declarava que haviam combinado de refazer a dupla, poucos dias antes da morte do parceiro.
Problemas pulmonares levaram Ranchinho deste mundo em 05 de julho de 1991.
E, no dia 31 de julho de 1997, faleceu, também vítima de câncer no pulmão, o "Ranchinho II", Homero de Sousa Campos.

 

Texto: Sandra Cristina Peripato

 

DISCOGRAFIA

 

78 ROTAÇÕES

 

ALVARENGA E RANCHINHO

05/1936 - ODEON - Nº 11342
A - Itália e Abissínia (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - Liga das Nações (Alvarenga e Ranchinho)

 

06/1936 - ODEON - Nº 11354
A - Meu Coração (Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho)
B - Futebol (Ranchinho, Alvarenga e Capitão Furtado)

 

08/1936 - ODEON - Nº 11374
A - Repartindo um Boi (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - A Baixa do Café (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)

 

10/1936 - ODEON - Nº 11394
A - Lição de Geografia (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - A Moda do Beijo (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)

 

12/1936 - ODEON - Nº 11420
A - Você não é Meu Tipo (Miguel Bauso e José Fernandes)
B - Você não era Assim (José Fernandes)

 

09/1936 - VÍCTOR - Nº 34092
A - Circuito da Gávea (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - Liga dos Bichos (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)

 

11/1936 - VÍCTOR - Nº 34109
A - Os Olhos da Mulher (Ariowaldo Pires, Alvarenga e Ranchinho)
B - Vida do Zé Luiz (Ariowaldo Pires, Alvarenga e Ranchinho)

 

02/1937 - VÍCTOR - Nº 34149
A - Vida de um Condenado (Ariowaldo Pires, Alvarenga e Ranchinho)
B - Chalé Furtado (Ariowaldo Pires, Alvarenga e Ranchinho)

 

04/1937 - ODEON - Nº 11460
A - Caboclo Viajado (Capitão Furtado)
B - Adoração

 

06/1937 - ODEON - Nº 11477
A - Balão (Alvarenga e Ranchinho)
B - Roda na Fogueira (Ranchinho e Alvarenga)

 

07/1937 - ODEON - Nº 11493
A - Moda do Solteirão (Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho)
B - Desafio (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)

 

08/1937 - ODEON - Nº 11499
A - Araponga (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - Luar (Ranchinho e Alvarenga)

 

09/1937 - ODEON - Nº 11509
A - Papagaiada (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - Seu Macário (José Gonçalves)

 

10/1937 - ODEON - Nº 11523
A - Calango (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - Rancho Abandonado (Capitão Furtado, Ranchinho e Alvarenga)

 

11/1937 - ODEON - Nº 11533
A - Lá Vem a Gabriela (Adaptação: Peterpan e Manoel Queirós)
B - Bocage (Alvarenga e Ranchinho)

 

11/1937 - ODEON - Nº 11536
A - Candinha Doida (Adaptação: Loreto Conti)
B - Pepinela (Antenógenes Silva e Murilo Alvarenga)

 

12/1937 - ODEON - Nº 11548
A - Seu condutor (Alvarenga, Ranchinho e Herivelto Martins)
B - Sereia (Murilo Alvarenga e Ranchinho)

 

03/1937 - VÍCTOR - Nº 34159
A - Boi Amarelinho (Raul Tôrres)
B - A Moda dos Meses (Capitão Furtado)

 

05/1937 - VÍCTOR - Nº 34169
A - Italianinha
B - Violeiro Triste (Alvarenga e Ranchinho)

 

06/1937 - VÍCTOR - Nº 34178
A - Devo e Não Nego (José Gonçalves e Dirigan Gonçalves)
B - Sinhá Rita (Heitor Silva e Pedro Paraguassu)

 

07/1937 - VÍCTOR - Nº 34186
A - Semana de Caboclo (Ariowaldo Pires, Alvarenga e Ranchinho)
B - A Mulher e o Telefone (Ariowaldo Pires, Alvarenga e Ranchinho)

 

1938 - ODEON
A - Loja Americana
B - Tudo em "P"

 

02/1938 - ODEON - Nº 11570
A - Que Horas São? (Alvarenga e Ranchinho)
B - Linda Veneza (Silvino Neto e Plínio Bretas)

 

06/1938 - ODEON - Nº 11604
A - Mandamentos de Caboclo (Alvarenga e Ranchinho)
B - Carnaval Carioca (Ranchinho e Alvarenga)

 

 

ALVARENGA E BENTINHO

1938 - ODEON
A - Moda da Moeda (Alvarenga)
B - Moda da Carta (Alvarenga)

 

1938 - ODEON
A - Numa Noite de Luar (Alvarenga e Bentinho)
B - Paquetá (Alvarenga)

 

1938 - ODEON
A - Bombeiro (Alvarenga e Bentinho)
B - Oh Bela! (Capitão Furtado e Peterpan)

 

1939 - ODEON
A - É de Colher (João Mundo, César Brasil e Augusto Garcez)
B - Quando a Saudade Vem

 

1939
A - Mania de Futebol (Alvarenga e Bentinho)
B - Moreninha (Alvarenga e Bentinho)

 

1939 - ODEON
A - O Mundo é das Muié (Alvarenga e Bentinho)
B - Superstição - (Alvarenga e Bentinho)

 

ALVARENGA E RANCHINHO

05/1939 - ODEON - Nº 11721
A - Saudades de Ouro Preto (Adaptação: Alvarenga)
B - Adeus Paióça (Fausto Vasconcelos)

 

06/1939 - ODEON - Nº 11725
A - Modos de Cumprimentar (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - Repartindo Papo (Capitão Furtado, Ranchinho e Alvarenga)

 

07/1939 - ODEON - Nº 11735
A - Os Presidentes (Alvarenga e Ranchinho)
B - Chapéu de Paia (Ranchinho e Alvarenga)

 

08/1939 - ODEON - Nº 11748
A - Psicologia dos Nomes (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)
B - Caboclo Triste (Condesinha, Ranchinho e Alvarenga)

 

09/1939 - ODEON - Nº 11757
A - O Divórcio Vem Aí (Ranchinho e Alvarenga)
B - Nóis em Buenos Aires (Alvarenga e Ranchinho)

 

10/1939 - ODEON - Nº 11773
A - Morena, Minha Morena (Alvarenga e Ranchinho)
B - Despertar de Minha Vida (Alvarenga e César Cruz)

 

10/1939 - ODEON - Nº 11776
A - A Mulher e o Rádio (Chiquinho Sales, Alvarenga e Ranchinho)
B - Casamento da Miquelina (Chiquinho Sales, Ranchinho e Alvarenga)

 

11/1939 - ODEON - Nº 11783
A - Moda de Guerra (Alvarenga e Ranchinho)
B - Alegria de Carreiro (Zéquinha Torrese Neco)

 

11/1939 - ODEON - Nº 11790
A - Musga Estrangeira (Ranchinho, Alvarenga e Chiquinho Sales)
B - Nóis no Rio (Alvarenga e Ranchinho)

 

12/1939 - ODEON - Nº 11799
A - Quem Quer Meu Papagaio? (Osvaldo Santiago e Roberto Roberti)
B - Ferdinando (Ranchinho e Alvarenga)

 

12/1939 - ODEON - Nº 11808
A - Por Vós (Alvarenga e Ranchinho)
B - A Mulher e o Bonde (Ranchinho e Alvarenga)

 

01/1940 - ODEON - Nº 11804
A - Lá Vem o Trem (Osvaldo Santiago e Roberto Roberti)
B - Marcha dos Bairros (Ranchinho e Alvarenga)

 

02/1940 - ODEON - Nº 11823
A - Cai Fora Pato (Ranchinho e Alvarenga)
B - Intão, Inté (Alvarenga e Ranchinho)

 

03/1940 - ODEON - Nº 11831
A - Romance de uma caveira - (Chiquinho Sales, Alvarenga e Ranchinho)
B - Muié pra Cada Um (Alvarenga e Ranchinho)

 

04/1940 - ODEON - Nº 11839
B - Telefone Cruel (Antenógenes Silva e Ernâni Campos)

 

04/1940 - ODEON - Nº 11842
A - Seresta (Newton Teixeira, Alvarenga e Ranchinho)
B - Gaúcho de Lei (Alvarenga, Ranchinho e José Bernardes)

 

05/1940 - ODEON - Nº 11852
A - Minas Gerais (Zé do Norte)
B - Dona Felicidade ((Alvarenga e Ranchinho)

 

06/1940 - ODEON - Nº 11864
A - Não Posso Deixar de Te Amar, Oh Guiomar (Ranchinho e Alvarenga)
B - Arta do Argodão (Alvarenga e Ranchinho)

 

06/1940 - ODEON - Nº 11865
A - Sindicato das Galinhas (Ranchinho e Alvarenga)
B - Moda dos Poetas (Chiquinho Sales, Alvarenga e Ranchinho)

 

07/1940 - ODEON Nº 11873
A - Desafio de São João (Tia chiquinha, Alvarenga e Ranchinho)
B - Tempinho Bão (Fausto Vasconcelos)

 

08/1940 - ODEON - Nº 11880
A - Carta da Namorada (Ranchinho e Alvarenga)
B - Tenderê (Alvarenga e Ranchinho)

 

09/1940 - ODEON - Nº 11894
A - Brasileiro Apaixonado (Georges Moran e Osvaldo Santiago)
B - Leonor (Chiquinho Sales, Ranchinho e Alvarenga)

 

10/1940 - ODEON - Nº 11904
A - Quem Inventô o Trabaio (Ranchinho e Alvarenga)
B - A Muié e o Cinema (Alvarenga e Ranchinho)

 

1940 - ODEON
A - Bala-lá-i-cá (G. Posford, Alvarenga e Ranchinho)
B - Dinheiro Novo

 

11/1940 - ODEON - Nº 11918
A - Bala-la-i-cá (G. Posford, Alvarenga e Ranchinho)
B - Três é Demais (Popeye)

 

12/1940 - ODEON - Nº 11930
A - Moda dos Ispique (Chiquinho Sales, Ranchinho e Alvarenga)
B - Lencinho Paulista (Alvarenga e Ranchinho)

 

12/1640 - ODEON - Nº 11935
A - Suzana (Ranchinho e Alvarenga)
B - Melhorou Muito (Chiquinho Sales e Alvarenga)

 

01/1941 - ODEON - Nº 11942
A - Ó Minha Mãe (Alvarenga e Ranchinho)
B - Pode Sê ou Tá Difício? (Ranchinho e Alvarenga)

 

02/1941 - ODEON - Nº 11949
A - Ó que Coisa Horrível (Vicente Paiva e Haníbal Cruz)
B - Caveira - (Alvarenga e Ranchinho)

 

02/1941 - ODEON - Nº 11966
A - Tragédia de uma Careca - (Ranchinho e Alvarenga)
B - Pega o Pito (Alvarenga e Ranchinho)

 

03/ 1941 - ODEON - Nº 11967
A - Ave Maria (Jonas Neves e Erothides de Campos)
B - Carreiro Bão (Alvarenga e Ranchinho)

 

03/1941 - ODEON - Nº 11969
A - Moda dos Cantores (Chiquinho Sales, Ranchinho e Alvarenga)
B - Minha Toada (Alvarenga e Ranchinho)

 

05/1941 - ODEON - Nº 11982
A - Bandeira do Brasil (J. S. Guimarães, Alvarenga e Ranchinho)
B - A Mulher e a Carta (Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado)

 

06/1941 - ODEON - Nº 11998
A - Solta o Busca-Pé (Ranchinho e Alvarenga)
B - A Fogueira Tá Queimando (Alvarenga e Ranchinho)

 

07/1941 - ODEON - Nº 12.009
A - A Muié e o Relógio (Ranchinho e Alvarenga)
B - Marreco no Terrêro (Zéquinha Reis)

 

08/1941 - ODEON - Nº 12.024
A - Valsa das Palmas (Ranchinho e Alvarenga)
B - Baiana em Hollywood (Newton Teixeira e Cristóvão de Alencar)

 

09/1941 - ODEON - Nº 12.031
A - Viajante Namoradô (Juquinha)
B - Moda dos Adjetivos (Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Sales)

 

10/1941 - ODEON - Nº 12.052
A - Olha a Chuva (Alvarenga e Peterpan)
B - Chora Morena (Alvarenga e Rui Martins de Carvalho)

 

11/1941 - ODEON - Nº 12.061
A - A Filha do Motoqueiro (Ranchinho e Alvarenga)
B - Casinha de Paia (Alvarenga e Ranchinho)

 

12/1941 - ODEON - Nº 12.079
A - Noite de Natal (Newton Teixeira e Murilo Alvarenga)
B - Meu Presente (Ranchinho e Alvarenga)

 

01/1942 - ODEON - Nº 12.102
A - Dança do Chegadinho (Ranchinho e Alvarenga)
B - Tinha Gente Assim (Raul Longras e Amaro Silva)

 

02/1942 - ODEON - Nº 12.103
A - Quer Tomar Alguma Coisa (Newton Teixeira e Cristóvão de Alencar)
B - Jangadeiro (Alvarenga e Ranchinho)

 

03/1942 - ODEON - Nº 12.124
A - Valsa do Assobio (Ranchinho e Alvarenga)
B - As Três Festas (Alvarenga e Ranchinho)

 

06/1942 - ODEON - Nº 12.156
A - Inauguração do Bonde (Alvarenga e Ranchinho)
B - Conferência Sobre o Casamento (Ranchinho e Alvarenga)

 

09/1942 - ODEON - Nº 12.195
A - Moda da Guerra (Alvarenga e Ranchinho)
B - Racionamento de Gasolina (Palmeira e Capitão Furtado)

 

10/1942 - ODEON - Nº 12.202
A - Tico-Tico no Fubá (Vamos Dançar Comadre) - (Alvarenga e Zequinha de Abreu)
B - Sapateia (Alvarenga e Ranchinho)

 

11/1942 - ODEON - Nº 12.219
A - O Drama da Angélica (M. G. Barreto)
B - Moda do Casamento (Alvarenga e Chiquinho Sales)

 

12/1942 - ODEON - Nº 12.237
A - Fado da Loucura (Chiquinho Sales e Alvarenga)
B - Massaranduva (Alvarenga e Ranchinho)

 

01/1943 - ODEON - Nº 12.248
A - Uma Noite na Urca (Alvarenga e Ranchinho)
B - Vamos Arrastá o Pé (Chiquinho Sales e Alvarenga)

 

02/1943 - ODEON - Nº 12.269
A - Abaixo o Chope (Alvarenga e Grande Otelo)
B - Três a Zero (Alvarenga e Paulo Barbosa)

 

03/1943 - ODEON - Nº 12.272
A - Não me Conte (Alvarenga e Ranchinho)
B - Isto Não é no Brasil (Paulo Barbosa e Osvaldo Santiago)

 

03/1943 - ODEON - Nº 12.284
A - Torpedeamento (Ranchinho e Alvarenga)
B - Ai que Rico (Chiquinho Sales e Alvarenga)

 

04/1943 - ODEON - Nº 12.286
A - Moda dos Papos (Alvarenga e Ranchinho)
B - Profecia Caipira (Ranchinho e Alvarenga)

 

06/1943 - ODEON - Nº 12.314
A - Arte de Namorá (Alvarenga e Ranchinho)
B - Tem Macuco no Imborná (Alvarenga e Boanerges Guedes)

 

08/1943 - ODEON - Nº 12.337
A - Malvada Minha (Ranchinho, Alvarenga e Laurindo de Almeida)
B - Vingança (Paulo Lebrão)

 

09/1943 - ODEON - Nº 12.357
A - Sempre no Meu Coração (Kim Gannon, Ernesto Lecuona, Ranchinho e Alvarenga)
B - Manolita (Capitão Furtado e Léo Daniderff)

 

10/1943 - ODEON - Nº 12.362
A - Namoração (Alvarenga e Ranchinho)
B - Casamenteiro (Ranchinho e Alvarenga)

 

11/1943 - ODEON - Nº 12.376
A - A Farra dos Três Patetas (Petit, Capitão Furtado e Palmeira)
B - Você Já Viu o Cruzeiro? (Piraci, Palmeira e Capitão Furtado)

 

12/1943 - ODEON - Nº 12.387
A - Canta Gaúcha (Capitão Furtado e Palmeira)
B - Quando me Dissestes Adeus (Capitão Furtado e Orlando Puzolo)

 

01/1944 - ODEON - Nº 12.401
A - Como Vai o Velho? (Ranchinho e Alvarenga)
B - Passarinho Voou (Alvarenga e Ranchinho)

 

02/1944 - ODEON - Nº 12.412
A - Oh! Boy! Oh! Boy! (Ranchinho e Alvarenga)
B - Seu Dotor (Alvarenga e Ranchinho)

 

1944 - ODEON
A - Jogo da Douradinha (Alvarenga e Ranchinho)
B - Feche a Porta e Leve a Chave (Ranchinho e Alvarenga)

 

03/1944 - ODEON - Nº 12.423
A - Jogo da Douradinha (Alvarenga e Ranchinho)
B - Eh... São Paulo (Alvarenga e Ranchinho)

 

04/1944 - ODEON - Nº 12.434
A - Fla-Flu (Ranchinho e Alvarenga)
B - Conversa das Coisas (Alvarenga e Ranchinho)

 

05/1944 - ODEON - Nº 12.442
A - Ritinha da Conceição (Ranchinho e Alvarenga)
B - Adeus Mariazinha (Fausto Vasconcelos)

 

06/1944 - ODEON - Nº 12.449
A - Moda dos Livros (Ranchinho e Alvarenga)
B - Fogo no Canaviar (Alvarenga e Ranchinho)

 

07/1944 - ODEON - Nº 12.461
A - Homem Pesado (Alvarenga e Chiquinho Sales)
B - Moda dos Dotô (Chiquinho Sales e Alvarenga)

 

08/1944 - ODEON - Nº 12.473
A - Vila de Manda Saia (Alvarenga e Ranchinho)
B - Dona Feia (Ranchinho e Alvarenga)

 

09/1944 - ODEON - Nº 12.483
A - Mundo Virado (Fausto Vasconcelos)
B - ABC do Violeiro (Ranchinho e Alvarenga)

 

10/1944 - ODEON - Nº 12.498
A - Aquela Flor (Ranchinho e Alvarenga)
B - Apelido dos Jogadores (Rail Tôrres e Palmeira)

 

11/1944 - ODEON - Nº 12.507
A - Garrote Aimoré (Capitão Furtado e Alvarenga)
B - Moda do Amor (Alvarenga e Ranchinho)

 

12/1944 - ODEON - Nº 12.527
A - Mexicana (Ranchinho e Alvarenga)
B - Eu Sou Casado em Casa (Alvarenga, Ranchinho e Cadeete)

 

01/1945 - ODEON - Nº 12.520
A - Amor Gramaticar (Alvarenga e Ranchinho)
B - Pra se Amá uma Muié (Ranchinho e Alvarenga)

 

02/1945 - ODEON - Nº 12.545
A - Meu Boi Morreu (Grande Otelo e Alvarenga)
B - Dois Marujos (Alberto Ribeiro e Alcyr Pires Vermelho)

 

03/1945 - ODEON - Nº 12.559
A - História do Jorginho (Capitão Furtado)
B - O Caipira é Vosso Amigo (Capitão Furtado)

 

04/ 1945 - ODEON - Nº 12.563
A - Moda dos Provérbios (Ranchinho e Alvarenga)
B - Suspira Meu Coração (Alvarenga e Ranchinho)

 

05/1945 - ODEON - Nº 12.576
A - Moda dos Ventos (Alvarenga e Ranchinho)
B - Casa Destelhada (Ranchinho e Alvarenga)

 

06/1945 - ODEON - Nº 12.588
A - Meu Macho Tordio (Alvarenga e Ranchinho)
B - Vila Esperança (Ranchinho e Alvarenga)

 

07/1945 - ODEON - Nº 12.597
A - A Muié e a Carne (Ranchinho e Alvarenga)
B - Serenata Trágica (Alvarenga e Ranchinho)

 

10/1945 - ODEON - Nº 12.628
A - Documento de Caboclo (Irmãos Laureano)
B - Quem Será o Homem (Chiquinho Sales e Alvarenga)

 

11/1945 - ODEON - Nº 12.640
A - Tempo de Eleição (Ranchinho e Alvarenga)
B - De Boca Aberta (Irmãos Laureano)

 

12/1945 - ODEON - Nº 12.653
A - O Ratinho Desobediente (Gramuri)
B - A Casinha do Sabiá (Gramuri)

 

01/1946 - ODEON - Nº 12.658
A - Com Mulher Quero Sossego (Ranchinho e Alvarenga)
B - A Canção do Condutor (Alvarenga e Felisberto Martins)

 

02/1946 - ODEON - Nº 12.675
A - Lá na Minha Terra (Alvarenga e Ranchinho)
B - Desafio de Perguntas (Chiquinho Sales e Alvarenga)

 

03/1946 - ODEON - Nº 12.683
A - Morena Dengosa (Ranchinho e Alvarenga)
B - Jogo do Bicho (Alvarenga e Ranchinho)

 

05/1946 - ODEON - Nº 12.687
A - Morena Minha Morena (Ranchinho e Alvarenga)
B - Bastião (Fausto Vasconcelos e Quilinho)

 

06/1946 - ODEON - Nº 12.701
A - Festa de São João (Alvarenga e Ranchinho)
B - Vou Comprar uma Casinha (Ranchinho e Alvarenga)

 

08/1946 - ODEON - Nº 12.711
A - Briga de Velhos (Alvarenga e Ranchinho)
B - Viola de Pinho (Ranchinho e Alvarenga)

 

110/1946 - ODEON - Nº 12.722
A - Fazenda de Montes Claros (De Morais e Alvarenga)
B - Canta Sabiá (Alvarenga e Ranchinho)

 

11/1946 - ODEON - Nº 12.733
A - Essa "Porka" é Minha (Chiquinho Sales e Alvarenga)
B - Caboclo Violeiro (J. Portella e De Morais)

 

01/1947 - ODEON - Nº 12.746
A - Salada Política (Alvarenga e Ranchinho)
B - Caboclo Forgazão (Ranchinho e Alvarenga)

 

01/1947 - ODEON - Nº 12.748
A - A Charanga do Flamengo (Felisberto Martins e Fernando Martins)
B - Cheiro Bom (Alvarenga e Ranchinho)

 

05/1947 - ODEON - Nº 12.775
A - Coquetel de Anúncios (Paulo Queiroz e Alvarenga)
B - Anedota de Bocage (Alvarenga e Ranchinho)

 

07/1947 - ODEON - Nº 12.787
A - Meu Perdigueiro (Alvarenga e Ranchinho)
B - Bota a Cana Pra Moer (Ranchinho e Alvarenga)

 

09/1947 - ODEON - Nº 12.800
A - Casa Minha Gente (Alvarenga e Ranchinho)
B - Manhã Sertaneja (Sebastião Lima e Antônio Valentim)

 

11/1947 - ODEON - Nº 12.815
A - Rato Guloso (Alvarenga e Ranchinho)
B - Corrida dos Bichos (Ranchinho e Alvarenga)

01/1948 - ODEON - Nº 12.825
A - Foi Sua Filha (Roberto Roberti e Felisberto Martins)
B - A Inca do Peru (Felisberto Martins, Alvarenga e Fernando Martins)

 

03/1948 - ODEON - Nº 12.840
A - Desafio de Valente (Alvarenga)
B - Mágoas de Carreiro (Pereirinha e Geraldo Costa)

 

05/1948 - ODEON - Nº 12.852
A - Meu São João (Ranchinho e Alvarenga)
B - Recordando (Pereirinha e Geraldo Costa)

 

07/1948 - ODEON - Nº 12.859
A - Os Artistas e os Anúncios (Paulo Queiroz e Alvarenga)
B - Parodiando (Nervos de Aço) - (Alvarenga e Lupiscínio Rodrigues)

 

09/1948 - ODEON - Nº 12.874
A - A Mulher e os Estados (Alvarenga e Ranchinho)
B - Quantas Saudades (Aramizeo de Carvalho e Albertino Miranda)

 

11/1948 - ODEON - Nº 12.886
A - Valsa dos Cacófatons (Alvarenga e Ranchinho)
B - Marvina (Ranchinho e Alvarenga)

 

01/1949 - ODEON - Nº 12.897
A - Bebé (Alvarenga)
B - Alvorada (Alvarenga)

 

03/1949 - ODEON - Nº 12.917
A - A Mulher e a Política (Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho)
B - As Mulheres e os Escritores (Alvarenga)

 

05/1949 - ODEON - Nº 12.933
A - Liga dos Bichos (Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho)
B - Mau Olhado (Ranchinho e Alvarenga)

 

10/1949 - ODEON - Nº 12.956
A - Caboclo Satisfeito (Alvarenga)
B - Saia Comprida (Alvarenga)

 

01/1950 - ODEON - Nº 12.974
A - Carnaval na Roça (Péricles e Fernando Martins)
B - Paquetá (Carlito e Paulo Barbosa)

 

05/1950 - ODEON - Nº 13.009
A - A Muié que eu Queria (Alvarenga e Ranchinho)
B - Rimando Nome (Ranchinho e Alvarenga)

 

01/1951 - ODEON - Nº 13.085
A - Você Enche (Alvarenga)
B - Glu Glu (Alvarenga e Xerém)

 

04/1951 - ODEON - Nº 13.118
A - Gabriela (Péricles)
B - Peão Apaixonado (Alvarenga)

 

06/1951 - ODEON - Nº 13.141
A - Bombardão (Alvarenga e Ranchinho)
B - Manoela (Zéquinha Torres e Alvarenga)

 

12/1951 - ODEON - Nº 13.205
A - Festa de Aniversário (Alvarenga)
B - Virei Lobisomem (Zéquinha Tôrres e Medela)

 

01/1952 - ODEON - Nº 13.220
A - Cordão Japonês (Alvarenga e Ranchinho)
B - Tenório (Alvarenga)

 

03/1952 - ODEON - Nº 13.242
A - Cabocla Minha Cabocla (Alvarenga)
B - O Mundo Daqui a Cem Anos (Ranchinho e Alvarenga)

 

05/1952 - ODEON - Nº 13.271
A - O Crime de Uberaba (Ranchinho e Alvarenga)
B - Xô Xô Gavião (Claudionor Cruz e T. de Araújo)

 

09/1952 - ODEON - Nº 13.329
A - Tico-Tico Veiu de Minas (Zéquinha Torres e Alvarenga)
B - Aquela Flor (Alvarenga e Ranchinho)

 

10/1952 - ODEON - Nº 13.345
A - Dona Felicidade (Alvarenga e Ranchinho)
B - Brasileiro Feliz (Zéquinha Torres e Alvarenga)

 

12/1952 - ODEON - Nº 13.358
A - Araguari (Alvarenga e Zéquinha Torres)
B - Siá Petita (Zéquinha Torres e Alvarenga)

 

01/1953 - ODEON - Nº 13.395
A - Brinco, Brinco (Ranchinho e Alvarenga)
B - Isabel (Alvarenga e Ranchinho)

 

05/1953 - ODEON - Nº 13.437
A - Baião do Ingá (Ranchinho e Alvarenga)
B - História de um Soldado ((Alvarenga)

 

07/1953 - ODEON - Nº 13.474
A - Tá... Tá... Tá... (Ranchinho e Alvarenga)
B - Agora é Assim (Calixto e Irmãos Orlando)

 

09/1953 - ODEON - Nº 13.506
A - Onte Tá Tu? (Calixto e Irmãos Orlando)
B - Valsa das Flores (Alvarenga)

 

10/1953 - ODEON - Nº 13.545
A - Mister Eco (Belinha Putman e Bill Putman - Versão: Alvarenga)
B - O Balão Encheu (Alvarenga e Ranchinho)

 

04/1954 - ODEON - Nº 13.615
A - Mariazinha (Alvarenga)
B - Sol da Minha Vida (Alvarenga e Ranchinho)

 

 

ALVARENGA E RANCHINHO II

06/1954 - ODEON - Nº 13.677
A - Eh São Paulo (Alvarenga)
B - Polquinha da Vovó (Alvarenga)

 

08/1954 - ODEON - Nº 13.701
A - Ademar Rendeiro (Alvarenga)
B - Saudade de Ouro Preto (D. P. - Adaptação: Alvarenga)

 

12/1954 - ODEON - Nº 13.740
A - Greve da Alegria (Arlindo Marques, Roberto Roberti e Wilson Batista)
B - Marcha da Saúva (Roberto Roberti e Arlindo Marques Júnior)

 

ALVARENGA E RANCHINHO

04/1955 - ODEON - Nº 13.818
A - Tudo Tá Subindo (Alvarenga e Ranchinho)
B - Viagem de Trem (Zéquinha Torres e Alvarenga)

 

ALVARENGA E RANCHINHO II

09/1955 - ODEON - Nº 13.892
A - Coração de Violeiro (Zéquinha Torres)
B - Canção do Pescador (Alvarenga e Ranchinho)

 

10/1955 - ODEON - Nº 13.924
A - Maricota (Alvarenga e Ranchinho II)
B - Piu... Piu (Zózimo Ferreira, Ranchinho II e Alvarenga)

 

06/1956 - ODEON - Nº 13.974
A - Maria das Dores (Ranchinho II e Alvarenga)
B - Dói, Dói (Alvarenga)

 

06/1956 - ODEON - Nº 14.053
A - Triste São João (Alvarenga)
B - Compadre Como é que Tá Tu (Alvarenga e Ranchinho II)

 

09/1956 - ODEON - Nº 14.092
A - Parque Santa Terezinha (Alvarenga)
B - Fazenda da Saudade (Ranchinho II e Alvarenga)

 

11/1956 - ODEON - Nº 14.116
A - Guaratinguetá (Ranchinho II e Alvarenga)
B - Tá no Papo (Irmãos Orlando e Floriano Rios)

 

02/1957 - ODEON - Nº 14.157
A - Fo-Ron-Fon-Fon (Gadé e Valfrido Silva)
B - João Sem Teto (Arlindo Marques, Roberto Roberti e Wilson Batista)

 

ALVARENGA E RANCHINHO

10/1957 - POLYDOR - Nº 231
A - Coceirinha (Ranchinho, Alvarenga e Geraldo Serafim)
B - Amor Amor (Alvarenga e Ranchinho)

 

01/1958 - POLYDOR - Nº 244
A - Volta (Geraldo Serafim, Alvarenga e Ranchinho)
B - Cavalinho de Estimação (Ranchinho e Alvarenga)

 

04/1958 - POLYDOR - Nº 263
A - Bandeira Paulista (Ranchinho e Alvarenga)
B - Viola de Pinho (Alvarenga e Ranchinho)

 

04/1958 - POLYDOR - Nº 267
A - Tá Bom ou Não Tá (Alvarenga e Ranchinho)
B - Carreiro Bom (Alvarenga e Ranchinho)

 

04/1958 - POLYDOR - Nº 274
B - Quatro Festas (Alvarenga e Ranchinho)

 

09/1958 - POLYDOR - Nº 284
A - Joá (Alvarenga, Ranchinho e Geraldo Serafim)
B - Audácia do Bofe (Geraldo Serafim, Ranchinho e Alvarenga)

 

02/1959 - POLYDOR - Nº 302
A - Palhaço (Ranchinho, Alvarenga e Geraldo Serafim)
B - Sonhador (Alvarenga e Ranchinho)

 

08/1959 - POLYDOR - Nº 327
A - Japonesinha (Ranchinho e Alvarenga)
B - Maus Caminhos (Alvarenga e Geraldo Serafim)

 

1961 - CONTINENTAL - Nº 17.865
A - Olha a Cara Dele (Zamba, Ranchinho e Alvarenga)
B - Adivinhão (Alvarenga e Ranchinho)

 

11/1961 - CONTINENTAL - Nº 18.026
A - Marchinha do Pelé (Alvarenga e Ranchinho)

 

 

COMPACTOS

 

ALVARENGA E RANCHINHO - RGE - CS-70.181
01) Horóscopo - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
02) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles

 

MARCHAS DE CARNAVAL - FERMATA - FB-33.129
01) Pinga de Araraquara - Alvarenga e Ranchinho - cp, Alvarenga e Ranchinho
02) Grana em Cima - com Orlando Salles

 

LPs e CDs

 

OS MILIONÁRIOS DO RISO - 1957 - ODEON - MODB-3.074
01) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Francisco Sales
02) Drama de Angélica - M. G. Barreto
03) Gabriela - Péricles
04) Valsa das Palmas - Alvarenga e Ranchinho
05) Baião do Ingá - Alvarenga e Ranchinho
06) Repartindo um Boi - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
07) Compadre Como Tá Tu - Alvarenga e Ranchinho
08) História de um Soldado - Alvarenga
09) Lua de Fel - Alvarenga e Ranchinho

 

OS MILIONÁRIOS DO RISO - 1957 - ODEON - MODB-3.074
01) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Francisco Sales
02) Drama de Angélica - M. G. Barreto
03) Gabriela - Péricles
04) Valsa das Palmas - Alvarenga e Ranchinho
05) Baião do Ingá - Alvarenga e Ranchinho
06) Repartindo um Boi - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
07) Compadre Como Tá Tu - Alvarenga e Ranchinho
08) História de um Soldado - Alvarenga
09) Lua de Fel - Alvarenga e Ranchinho

 

O RANCHINHO DO ALVARENGA - 1958 - POLYDOR - LPNG-4019
01) Bandeira Paulista - Alvarenga e Ranchinho
02) Número dos Bichos - Alvarenga e Ranchinho
03) Viola de Pinho - Alvarenga e Ranchinho
04) Desafio - Alvarenga e Ranchinho
05) Tá Bom ou Não Tá - Alvarenga e Ranchinho
06) Fazenda da Saudade - Alvarenga e Ranchinho
07) Volta - Alvarenga, Ranchinho e Geraldo Seraphin
08) Tá no Papo - Irmãos Orlando e Floriano Rios
09) Visitando Amigos - Irmãos Orlando e Calixto
10) Carreiro Bom - Alvarenga, Ranchinho e Geraldo Seraphin
11) Mariazinha - Alvarenga, Ranchinho e Geraldo Seraphin
12) Rimando Nome - Alvarenga e Ranchinho
13) Quatro Festas - Alvarenga e Ranchinho

 

ALVARENGA E RANCHINHO - 1960 - POLYDOR - LPNG-4061
01) A Carreta - Alvarenga e Ranchinho
02) O Rosto de Maria - Alvarenga e Ranchinho
03) Japonezinha - Alvarenga e Ranchinho
04) Maria Martins Ferreira - Alvarenga e Ranchinho
05) Coração de Violeiro - Alvarenga e Ranchinho
06) Chapéu de Palha - Alvarenga e Ranchinho
07) Maus Caminhos - Alvarenga
08) Morena Minha Morena - Alvarenga e Ranchinho
09) Viola de Pinho - Alvarenga
10) Como é Bom Viver - Alvarenga e Ranchinho
11) Carreiro Bom - Alvarenga e Ranchinho
12) Sonhador - Alvarenga e Ranchinho

 

JUBILEU DO RISO - 1961 - COLÚMBIA - LPCB-37143 
01) Só Se Rindo - Alvarenga e Ranchinho II
02) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Sales
03) Repartindo um Boi - Alvarenga e Ranchinho II
04) Fox da Gargalhada - Alvarenga e Ranchinho II
05) Maria das Dores - Alvarenga e Ranchinho II
06) Adelina - Alvarenga e Ranchinho II
07) Pinga com Limão - Alvarenga e Ranchinho II
08) Esperidiana - Alvarenga e Ranchinho II
09) Ranchinho de Paia - Alvarenga e Ranchinho II
10) Soluço - Alvarenga e Ranchinho II
11) Valsa do Espirro - Alvarenga e Ranchinho II
12) Fechado Pra Balanço - Alvarenga e Ranchinho II

 

PARA TODOS OS GOSTOS - AURORA - AU-LP-1001
01) Chegou Meu Dia - Mário Zan e Arlindo Pinto
02) Mister Eco - B. Putnan - Paródia de Alvarenga
03) Compadre Como Tá Tú - Alvarenga e Ranchinho
04) Cavalinho de Estimação - Alvarenga e Ranchinho
05) Fazenda da Saudade - Alvarenga e Ranchinho
06) Mariazinha - Alvarenga e Ranchinho
07) Volta - Alvarenga e Ranchinho
08) Tá Caro - Sedaka e Greenfild - Paródia de Alvarenga
09) Drama Político - Alvarenga e Ranchinho
10) Gabriela - Péricles
11) Tempo de Eleição - Alvarenga e Ranchinho
12) Desafio Político - Alvarenga e Ranchinho

 

UMA JORNADA VITORIOSA - OMB - LP= 100.004
01) Violeiro Triste - Alvarenga e D. Gaia
02) Volta - Alvarenga e Delamare de Abreu
03) Seresta - Alvarenga
04) Canta Gaúcha - Palmeira e Capitão Furtado
05) Aquela Flor - Alvarenga
06) Lenço Preto - Laureano - Interpretação: Homero Souza Campos "Ranchinho"
07) Trabalha, Trabalha - Alvarenga
08) Política na Praça - Alvarenga
09) A.B.C. do Violeiro - Alvarenga e Homero Souza Campos
10) História de um Soldado - Alvarenga
11) Meu Boi - Zé Fidelis
12) Rimando Nome - Alvarenga
13) Coquetel Musical - Alvarenga

 

BAILE JUNINO - 1968 - CHANTECLER - CH-3189
01) Solta o Buscapé - Alvarenga e Ranchinho
02) O Sanfoneiro Só Tocava Isso - Haroldo Lobo e Geraldo Medeiros
03) Isto… é Lá com Santo Antônio - Lamartine Babo
04) Dona Maroca - Alvarenga
05) Pout-Pourri:
• Pedro, Antônio e João -
Maurício, Pó e Uzema
• Feijão Queimado - José Rielli e Raul Torres
06) Bombardão - Alvarenga e Ranchinho
07) Pout-Pourri:
• Nós Queremos uma Valsa -
Nássara e Frazão
• Manoela - Alvarenga e Zequinha Torre
08) Pout-Pourri:
• Arraial de Santo Antônio -
Frederico de Freitas e Júlio Dantas
• Antônio, Pedro e João - Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago
• Santo Antônio de Cathegeró - Maurício, Uzema e Aristóteles
• Antônio, Pedro e João - Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago
09) Ai! Santo Antônio - Manoel Barreto, Uzema e A. Prates
10) Festa de São João - Alvarenga e Ranchinho
11) Pout-Pourri:
• Barril de Chopp -
L. Brown, W. A. Timm e J. Vejvoda
• Vou Roubar um Bife - Mauro Pires e René Bruxeles
• Liechtensteiner Polka - E. Kotscher e T. Lind
12) A Fogueira Tá Queimando - Alvarenga e Ranchinho
13) Dança da Moda - Luiz Gonzaga e Zé Dantas

 

OS MILIONÁRIOS DO RISO - 1968 - PREMIER - PRLP-1094
01) Ê... São Paulo - Alvarenga e Ranchinho
02) Jogo da Doradinha - Alvarenga e Ranchinho
03) Horóscopo - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
04) Drama de Angélica - Alvarenga e M. G. Barreto
05) As Ivenções - Alvarenga e Ranchinho
06) Feliz Aniversário - Alvarenga e Ranchinho
07) Desafio de Perguntas - Alvarenga e Ranchinho
08) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles
09) Soletrando - Alvarenga e Ranchinho
10) Maria das Dores - Alvarenga
11) O Lubisome - Alvarenga e Zequinha Torres
12) Mister Eco - Bill Putnan e Belinda Putna - Versão: Alvarenga

 

SENTIMENTAL - 1969 - MADRIGAL DISCOS - LP= 2/0009
01) A Carreta - Alvarenga e Ranchinho
02) O Rosto de Maria - Alvarenga e Ranchinho
03) Japonezinha - Alvarenga e Ranchinho
04) Maria Martins Ferreira - Alvarenga e Ranchinho
05) Coração de Violeiro - Alvarenga e Ranchinho
06) Chapéu de Palha - Alvarenga e Ranchinho
07) Maus Caminhos - Alvarenga
08) Morena Minha Morena - Alvarenga e Ranchinho
09) Viola de Pinho - Alvarenga
10) Como é Bom Viver - Alvarenga e Ranchinho
11) Carreiro Bom - Alvarenga e Ranchinho
12) Sonhador - Alvarenga e Ranchinho

 

ALVARENGA E RANCHINHO - 1971 - RCA CANDEM - CASB 5355   
01) Morena, Minha Morena - Alvarenga e Ranchinho
02) Dona Felicidade - Murilo Alvarenga e Diesis dos Anjos
03) Violeiro Triste - Alvarenga e Ranchinho
04) Palhaço - Geraldo Serafim, Alvarenga e Ranchinho
05) Romper da Aurora - Luizinho e Alcides Moraes
06) Adeus Palhoça - Alvarenga e Ranchinho
07) Saudades de Ouro Preto - Alvarenga
08) Bandeira do Brasil - Capitão Furtado e Alvarenga
09) Japonesinha - Alvarenga e Ranchinho
10) Aquela Flor - Alvarenga e Ranchinho
11) Volta - Murilo Alvarenga, Delamare Abreu e Geraldo Serafim
12) Saudades Eu Tenho - Antenóenes Silva e De Moraes

 

ISTO… É LÁ COM SANTO ANTÔNIO - 1972 - GUARANI - G-509
01) Solta o Buscapé - Alvarenga e Ranchinho
02) O Sanfoneiro Só Tocava Isso - Haroldo Lobo e Geraldo Medeiros
03) Isto… é Lá com Santo Antônio - Lamartine Babo
04) Dona Maroca - Alvarenga
05) Pout-Pourri:
• Pedro, Antônio e João -
Maurício, Pó e Uzema
• Feijão Queimado - José Rielli e Raul Torres
06) Bombardão - Alvarenga e Ranchinho
07) Pout-Pourri:
• Nós Queremos uma Valsa -
Nássara e Frazão
• Manoela - Alvarenga e Zequinha Torre
08) Pout-Pourri:
• Arraial de Santo Antônio -
Frederico de Freitas e Júlio Dantas
• Antônio, Pedro e João - Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago
• Santo Antônio de Cathegeró - Maurício, Uzema e Aristóteles
• Antônio, Pedro e João - Benedito Lacerda e Oswaldo Santiago
09) Ai! Santo Antônio - Manoel Barreto, Uzema e A. Prates
10) Festa de São João - Alvarenga e Ranchinho
11) Pout-Pourri:
• Barril de Chopp -
L. Brown, W. A. Timm e J. Vejvoda
• Vou Roubar um Bife - Mauro Pires e René Bruxeles
• Liechtensteiner Polka - E. Kotscher e T. Lind
12) A Fogueira Tá Queimando - Alvarenga e Ranchinho
13) Dança da Moda - Luiz Gonzaga e Zé Dantas

 

OS MILIONÁRIOS DO RISO - 1973 - RCA CAMDEN - LP= 106.0051
01) Rimando Nome - Alvarenga
Piadas - Alvarenga
Meu Boi - Girl, John Lennon e Paul McCartney - Adaptação: Zé Fidelis
Piadas - Alvarenga
Só Serindo - Alvarenga e Ranchinho
Piadas - Alvarenga
Trabalhar é Pecado - Alvarenga
Mizerave - Alvarenga
Piadas - Alvarenga
02) Piadas - Alvarenga
Mister Eco - Bill Putnam e Belinda Putnam - Adaptação: Alvarenga
Piadas - Alvarenga
Desafio em Família - Alvarenga
Horóscopo - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado

 

MONUMENTO DA MPB - 1977 - EMI/ODEON - LP= 052.422061
01) Itália e Abissínia - Ranchinho, Alvarenga e Capitão Furtado
02) Nóis em Buenos Aires - Alvarenga e Ranchinho
03) O Divórcio Bem Aí - Alvarenga e Ranchinho
04) Racionamento de Gasolina - Palmeira e Capitão Furtado
05) Você Já Viu o Cruzeiro? - Capitão Furtado, Palmeira e Piracy
06) Liga dos Bichos - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
07) História de um Soldado - Alvarenga
08) Eh! Sao Paulo - Alvarenga
09) Aquela Flor - Alvarenga e Ranchinho
10) Fogo no Canaviar -Alvarenga e Ranchinho
11) Valsa do Assobio - Alvarenga e Ranchinho
12) Vamos Arrastá o Pé - Alvarenga e Chiquinho Salles
13) Dança do Chegandinho - Alvarenga e Ranchinho
14) Tico-Tico no Fubá - Zéquinha de Abreu
15) As Três Festas - Alvarenga e Ranchinho
16) Adeus Mariazinha - Fausto Vasconcelos

 

ALVARENGA E RANCHINHO - 1981 - RGE/ASA BRANCA - LP= 306.6010
01) Ê... São Paulo - Alvarenga e Ranchinho
02) Jogo da Doradinha - Alvarenga e Ranchinho
03) Horóscopo - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
04) Drama de Angélica - Alvarenga e M. G. Barreto
05) As Ivenções - Alvarenga e Ranchinho
06) Feliz Aniversário - Alvarenga e Ranchinho
07) Desafio de Perguntas - Alvarenga e Ranchinho
08) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles
09) Soletrando - Alvarenga e Ranchinho
10) Maria das Dores - Alvarenga
11) O Lubisome - Alvarenga e Zequinha Torres
12) Mister Eco - Bill Putnan e Belinda Putna - Versão: Alvarenga

 

OS MILIONÁRIOS DO RISO - 1988 - RGE - LP= 308.6175
01) Ê... São Paulo - Alvarenga e Ranchinho
02) Jogo da Doradinha - Alvarenga e Ranchinho
03) Horóscopo - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
04) Drama de Angélica - Alvarenga e M. G. Barreto
05) As Ivenções - Alvarenga e Ranchinho
06) Feliz Aniversário - Alvarenga e Ranchinho
07) Desafio de Perguntas - Alvarenga e Ranchinho
08) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles
09) Soletrando - Alvarenga e Ranchinho
10) Maria das Dores - Alvarenga
11) O Lubisome - Alvarenga e Zequinha Torres
12) Mister Eco - Bill Putnan e Belinda Putna - Versão: Alvarenga

 

LUAR DO SERTÃO - 1997 - BMG - CD= 7432144781-2
01) Rimando Nome - Alvarenga
02) Piadas - D. P.
03) Piadas - D. P.
04) Meu Boi - John Lennon e Paul McCartney - Paródia de Zé Fidélis
05) Piadas - D. P.
06) Só Serindo - Alvarenga e Ranchinho
07) Piadas - D. P.
08) Trabalhar é Pecado - Alvarenga
09) Mizerave - Alvarenga
10) Piadas - D. P.
11) Piadas - D. P.
12) Mister Eco - Bill Putnam e Belinda Putnam - Adaptação: Alvarenga
13) Piadas - D. P.
14) Desafio da Família - Alvarenga
15) Horóscopo - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado

 

RAÍZES SERTANEJAS - 1998 - EMI - CD= 497152-2
01) Gabriela - Péricles
02) Drama de Angélica - M. G. Barreto
03) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles
04) Mister Eco - Bill Putnan e Belinda Putman - Versão: Alvarenga
05) Tudo Tá Subindo - Alvarenga e Ranchinho
06) O Divórcio Vem Aí - Alvarenga e Ranchinho
07) Eh! Sao Paulo - Alvarenga
08) Valsa do Assobio - Alvarenga e Ranchinho
09) Adeus Mariazinha - Fausto Vasconcelos
10) Cumpadre Como é Que Tá Tu? - Alvarenga e Ranchinho II
11) Aquela Flor - Alvarenga e Ranchinho
12) Fogo no Canaviar -Alvarenga e Ranchinho
13) Liga dos Bichos - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
14) Você Já Viu o Cruzeiro? - Capitão Furtado, Palmeira e Piracy
15) Tico-Tico no Fubá - Zéquinha de Abreu
16) Dança do Chegandinho - Alvarenga e Ranchinho
17) Itália e Abissínia - Ranchinho, Alvarenga e Capitão Furtado
18) História de um Soldado - Alvarenga
19) Vamos Arrastá o Pé - Alvarenga e Chiquinho Salles
20) Nóis em Buenos Aires - Alvarenga e Ranchinho

 

BIS SERTANEJO - 2000 - BMG - CD= 5227970-2
CD 01:
01) O Divórcio Vem Aí - Alvarenga e Ranchinho
02) Liga dos Bichos - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
03) Nóis em Buenos Aires - Alvarenga e Ranchinho
04) Racionamento de Gasolina - Palmeira e Capitão Furtado
05) Gabriela - Péricles
06) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles
07) Tudo Tá Subindo - Alvarenga e Ranchinho
08) Adeus Mariazinha - Fausto Vasconcelos
09) Fogo no Canaviar -Alvarenga e Ranchinho
10) Dança do Chegandinho - Alvarenga e Ranchinho
11) Vamos Arrastá o Pé - Alvarenga e Chiquinho Salles
12) A Mulher e o Bonde - Ranchinho e Alvarenga
13) Carrêro Bão - Alvarenga e Ranchinho
14) Baião do Ingá - Ranchinho e Alvarenga
CD 02:
01) Itália e Abissínia - Ranchinho, Alvarenga e Capitão Furtado
02) Você Já Viu o Cruzeiro? - Capitão Furtado, Palmeira e Piracy
03) Aquela Flor - Alvarenga e Ranchinho
04) Valsa do Assobio - Alvarenga e Ranchinho
05) Drama de Angélica - M. G. Barreto
06) Mister Eco - Bill Putnan e Belinda Putman - Versão: Alvarenga
07) Eh! Sao Paulo - Alvarenga
08) Cumpadre Como é Que Tá Tu? - Alvarenga e Ranchinho II
09) Tico-Tico no Fubá - Zéquinha de Abreu
10) História de um Soldado - Alvarenga
11) As Três Festas - Alvarenga e Ranchinho
12) Por Vóis - Alvarenga e Ranchinho - ( Antenógenes Silva com participação de Alvarenga e Ranchinho
13) Valsa das Palmas - Alvarenga e Ranchinho
14) Repartindo um Boi - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado

 

VIOLEIRO TRISTE - 2004 - REVIVENDO - RVCD-232
01) Boi Amarelinho - Raul Torres
02) Seresta - Alvarenga, Ranchinho e Newton Teixeira
03) Violeiro Triste - Alvarenga e Ranchinho
04) Você Não Era Assim - José Fernandes
05) Itália e Abissínia - Ranchinho, Alvarenga e Cap. Furtado
06) Valsa das Palmas - Alvarenga e Ranchinho
07) Moda dos Meses - Capitão Furtado
08) Drama de Angélica - M. G. Barreto
09) A Muié Pra Cada Um - Alvarenga e Ranchinho
10) Aquela Flor - Alvarenga e Ranchinho
11) Carrêro Bão - Alvarenga e Ranchinho - (Antenógenes Silva, Alvarenga e Ranchinho)
12) Devo e Não Nego - José Gonçalves e Dirigan Gonçalves
13) Apelido dos Jogadores - Raul Torres e Palmeira
14) Ave Maria - Erothides de Campos e Jonas Neves - (Antenógenes Silva, Alvarenga e Ranchinho)
15) Moda do Beijo - Ranchinho, Alvarenga e Cap. Furtado
16) Liga das Nações - Ranchinho e Alvarenga
17) Liga dos Bichos - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho - (Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho)
18) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles
19) Gaúcho de Lei - Alvarenga, Ranchinho e José Bernardes
20) Sinhá Rita - Pedro Paraguassú e Heitor Silva
21) Moda do Casamento - Alvarenga e Chiquinho Salles

 

CABOCLO VIAJADO - REVIVENDO - RVCD-277
01) Desafio - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
02) Os Olhos da Mulher - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
03) Moda do Beijo - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
04) Candinha Doida - Arranjo: Loreto Conti
05) Meu Coração - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
06) A Mulher e o Telefone - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
07) Moda do Solteirão - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
08) Vida de um Condenado - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
09) Futebol - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
10) Circuito da Gávea - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
11) Vida do Zé Luiz - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
12) Rancho Abandonado - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
13) Roda na Fogueira - Alvarenga e Ranchinho
14) Caboclo Viajado - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
15) Semana do Caboclo - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
16) A Baixa do Café - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
17) Lição de Geografia - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
18) Chalet Furtado - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
19) Papagaiada - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
20) Liga dos Bichos - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado
21) Repartindo um Boi - Alvarenga, Ranchinho e Capitão Furtado

 

SUCESSOS INESQUECÍVEIS DO VINIL - 2011 - RESGARTE
01) Morena, Minha Morena - Alvarenga e Ranchinho
02) Dona Felicidade - Murilo Alvarenga e Diesis dos Anjos
03) Violeiro Triste - Alvarenga e Ranchinho
04) Palhaço - Geraldo Serafim, Alvarenga e Ranchinho
05) Romper da Aurora - Luizinho e Alcides Moraes
06) Adeus Palhoça - Alvarenga e Ranchinho
07) Saudades de Ouro Preto - Alvarenga
08) Bandeira do Brasil - Capitão Furtado e Alvarenga
09) Japonesinha - Alvarenga e Ranchinho
10) Aquela Flor - Alvarenga e Ranchinho
11) Volta - Murilo Alvarenga, Delamare Abreu e Geraldo Serafim
12) Saudades Eu Tenho - Antenóenes Silva e De Moraes
13) Ê... São Paulo - Alvarenga e Ranchinho
14) Jogo da Doradinha - Alvarenga e Ranchinho
15) Horóscopo - Capitão Furtado, Alvarenga e Ranchinho
16) Drama de Angélica - Alvarenga e M. G. Barreto
17) As Ivenções - Alvarenga e Ranchinho
18) Feliz Aniversário - Alvarenga e Ranchinho
19) Desafio de Perguntas - Alvarenga e Ranchinho
20) Romance de uma Caveira - Alvarenga, Ranchinho e Chiquinho Salles
21) Soletrando - Alvarenga e Ranchinho
22) Maria das Dores - Alvarenga
23) O Lubisome - Alvarenga e Zequinha Torres
24) Mister Eco - Bill Putnan e Belinda Putna - Versão: Alvarenga

 

DVDs

 

ALVARENGA E RANCHINHO - MPB ESPECIAL - 1973

 

 

CLIQUE AQUI

E OUÇA NA ÍNTEGRA UM PROGRAMA DE ALVARENGA E RANCHINHO NA RÁDIO NACIONAL DO RIO DE JANEIRO/RJ EM 1947

 

MÚSICAS

 

 

VÍDEOS

 

Alvarenga e Ranchinho no Programa MPB Especial de 1973

 

FOTOS

 

Visual LightBox Gallery generated by VisualLightBox.com